Pós-Jogo: Dá cá um abraço, Mengão!




http://s2.glbimg.com/VG-IN2sQwP-veVVwthBzsDV0AcE=/0x0:950x597/620x390/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2013/10/01/jayme-flamengo-marcelotheobald-glo.jpg

Mais do que falar do jogo contra o Coritiba e fazer um post pós-jogo sobre a segunda vitória seguida do Flamengo no Brasileirão (pela primeira vez nessa edição!), para quem gosta de coincidências, o jogo de ontem foi emblemático. Em 2009, o Flamengo começou a "virada" do Hexa depois de quebrar um tabú na Vila Belmiro, quando um certo "interino" lutava para ser firmar como técnico. Sim, eu sei que o Jayme já é o técnico, mas não tem como não se lembrar 2009, com o time abraçando o interino e somando três pontos, mesmo não empolgando a torcida.

O Hepta é improvável esse ano, mas a forma como esse time abraçou o Jayme e vem jogando, se não bem, mas com mais eficiência, é para tranquilizar o mais corneteiro dos torcedores (embora isso seja praticamente impossível).

A tranquilidade e a simplicidade do Jayme anda me acalmando. Eu, que sou fã do Carlinhos e elogiava o Andrade que desmistificava aquela coisa que técnico a em campo tem que ficar a beira de um ataque de nervos, bato palmas.  Para quem cobra a alma do Flamengo nos times atuais que portam o Manto, não há como negar que a calma e o jeitão "observador" do Jayme, sem declarações que causem grandes manchetes, traz de volta a essência do que deu certo dentro do clube. Nada de técnicos com grife e  fala difícil. Ainda bem que hoje temos mais Carlinhos no comando do Flamengo e menos técnico de CBF.

O Flamengo não fez uma grande atuação contra Coritiba, mas não posso negar que estava com saudades de ver o Flamengo  colocando o outro time em crise. Adorei ver jogador adversário brigando com a torcida e perdendo a cabeça em campo (sendo expulso), com uma atuação do Flamengo. Sim, eu abri um sorrisão com a torcida adversária gritando OLÉÉÉÉÉÉÉÉ a favor do Flamengo.

André Santos como artilheiro, Amaral conseguindo equilibrar o sistema defensivo, Wallace fazendo o que zagueiro tem que fazer na área adversária e time jogando com equilíbrio. Aos poucos, degrau a degrau, como bem disse o Jayme, iremos evoluir.

Dá cá um abraço, Mengão! Dá cá um abraço porque no próximo jogo você tem essa mesma missão: vencer e afundar o adversário em crise.


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.