A diferença entre o Bebeto e o Ronaldo Angelim




http://farm5.staticflickr.com/4049/4281758078_325762cea4.jpg

Bebeto e Ronaldo Angelim. Os dois fizeram gols de título nacional pro Mengão. Os dois tem o seu lugar na história do Flamengo. Pelos seus feitos com o Manto, merece ser exaltados. Porém, para mim, um é ídolo e outro não.  Sou bipolar? Sou incoerente?  Sou torcedora!

Embora tenha chegado na imprensa a informação que o Angelim colocou o Flamengo na justiça para receber direitos de imagem/arena/seilamaisoque atrasados, não consigo ter raiva dele. Acho que esperou um tempo, não o procuraram para pagamento e ele entrou na justiça. Já já faz um acordo e vida que segue. Culpa dos dirigentes que lá estavam e que não pagaram não só ao Angelim, mas uma penca de gente.

Culpa dos dirigentes é o que alega os defensores do Bebeto para que ele seja isento da confusão que foi a transferência dele para o Vasco quando saiu do Flamengo. Lembro-me bem de todo bafafá. Numa época que não tinha internet, as notícias que eu tinha dessa transferência era indo pro Volei ouvindo a Rádio Globo no carro ou no jornal O Globo, que éramos assinantes.  O Bebeto foi responsável pelas minhas primeiras lágrimas de tristeza em relação ao Flamengo. Chorei feito uma criança que acaba de perder o brinquedo favorito. Fiquei triste. Lamentei. E isso ficou marcado na minha vida. Não comemorei gols do Bebeto em Copa do Mundo, não procuro saber sobre a sua vida e entendo que muitos o tenham como ídolo, mas meu ídolo ele não é. E olha que nem estou citando o filho dele que está de saída do Flamengo. Embora ache que o Flamengo vacilou com o Mattheus (agindo como AMADORES!), dizem que a atuação do Bebeto nesse caso foi igual ao que o José de Moraes teve no caso dele, na transferência para o Vasco. 

Angelim e o Bebeto estão na história do Flamengo. Fizeram por onde, mereceram.  Cada qual com o seu caminho, podem ser reverenciados. Porém, no meu coração e no de muitos, há um hiato enorrrrrrrme entre eles.

Posso até ser incoerente no meu discurso, sei disso. Mas como torcedora, passional e que sofreu com histórias do Flamengo, reservo-me o direito de ter essa incoerência. Ou não!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.