Veloso e Isaias: briga de cumpadres no Flamengo não!




http://e.imguol.com/esporte/futebol/2011/01/17/luiz-augusto-veloso-diretor-de-futebol-do-flamengo-entrevista-exclusiva-em-londrina-1295273723972_300x300.jpg x

Tenho uma amiga, uma das melhores que já tive na vida, que é toda diferente de mim. Toda. Temos times diferentes, gosto musical diferente, religião diferente, gosto pra diversão diferente e ainda sim, durante um longo período da minha vida (e da dela também) enquanto houve respeito pela pessoa, e não necessariamente pelas opiniões, éramos uma dupla inseparável. Sabe quando isso se desgastou? Quando houve um projeto que uma não respeitou a opinião da outra. Aí, além de não respeitar a opinião profssional, ainda migrou pro lado pessoal, que não envolvia o tal projeto.  Entendeu o desgaste?  No Flamengo aconteceu ao contrário.

Muita gente considerava o gerente Isaías Tinoco e o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso amigos de longa data.  Segundo a reportagem que está no Globo.com, foi Isaías que incentivou o Luiz Augusto Veloso a estar no cargo de diretor de futebol.  E segundo a mesma reportagem, o motivo da briga ainda é desconhecido, mas sabe-se que não envolve o departamento de futebol do clube.

Agora eu te pergunto: se não envolve o departamento de futebol, por que Isaías, mesmo com o bate-boca intenso, com subida de voz entre os dois, pegou suas coisas e foi embora do clube? E não apareceu pro embarque do time para São Paulo, o que demonstra que caso simples não foi.

Flamengo é sempre cheio disso. Amigos que indicam amigos que ficam sempre no mesmo círculo vicioso de pessoas que dirigem o Flamengo. Veloso foi o presidente que vendeu a geração de Djalminha, Marcelinho e etc. Para muitos, essa geração tinha tudo para fazer história no clube, mas saiu do Flamengo a custo de banana, como se fossem jogadores quaisquer.  Mas, ainda sim, desfruta de um cargo de futebol do Flamengo.  Como apoiou a presidenta, é o típico cara que está sempre no lugar certo na hora certa.  E nesse cargo ele manda no futebol do Flamengo e consequentemente no gerente de futebol, que é/era ocupado pelo cumpadre Isaías, que foi parar no cargo mesmo por que?

O problema continua o mesmo. A indicação dos cargos é sempre feito por amigos, para amigos. Nada de gente técnica, de gente profissional.  Aí, na véspera de um jogo importante, uma briga de cumpadres vira crise do clube. 

Até quando o Flamengo continuará com esse Nepotismo?  Vamos crescer Flamengo. Vamos CRESCER!

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.