Don´t cry for me, tricoletes!






Graças a Deus a Terra é redonda. Além de evitar que pessoas nojentas que cospem nos outros pelas costas possam fazer suas necessidades fisiológicas nos cantos, faz com que estejamos sempre em movimento. Assim, se antes quem fazia a alegria dos tricoletes era o hermano, hoje quem faz a nossa é um hermano também. Se há 16 anos atrás eles gargalhavam por causa de um gol cretino de barriga, hoje a gente gagalha por causa do gol de bunda do goleiro. Aliás, como os goleirinhos que passam pelo time da elite falida gostam de colocar a bola pra dentro e fazer a alegria do Flamengão... Mas uma coisa, mesmo com a Terra rodando, o mundo girando e paradigmas mudando,  não deixa de ser verdade: tricolete que é tricolete, flor que é flor, bambi que é bambi, viado que é viado usa e sempre usará CALCINHA!

Veja as frases para a calcinha dos tricoletes

Para muitas pessoas a declaração do Abel, que ninguém no Fluminense abaixaria a calcinha para o Luxemburgo, foi uma surpresa. Mas, se pensarmos bem e recordarmos os fatos do jogo, era bem previsível. Como explicar o atacante deles, no final do primeiro tempo, menstruando pela boca? Como explicar o pitiiiii deste mesmo atacante no final do jogo em cima do juiz? Como explicar o técnico ser expulso pelo juiz simplesmente não sair, no melhor estilo "Não saio, não saio, não saio". Faltou só o tamanco.  Triste mesmo deve estar quem faz aniversário de namoro, casamento ou tem que presentear alguém: as floriculturas estão com as flores todas murchas.  Que dó, que dó!

Embora eu já tenha escrito sobre o dia que um argentino me fez chorar, ter essa vitória em cima do Flor, que ganhou o último título brasileiro em cima da categoria de um argentino, é mais uma nuance pra ser falada nesse jogo. Chora não tricoletes. Dont´t Cry for me!  Chorar porque juiz marcou falta que, hipoteticamente, não houve, por penalti não marcado faz o Fluminense permanecer na escória do futebol. Enquanto esses pregos não pagarem a série B, eles não tem o meu respeito.  Estão na escória. Nada é menor que o Fluminense. Time que tem uma bandeira com o nome do dono da empresa que o patrocina merece o seu respeito?

Quero ver chorar pelo gol que se originou em um lateral errado, pelo Rafael Moura que não foi expulso depois de peitar o juiz. Embora eu não acredite que quem usa  calcinha seja homem, tente agir como gente honrada. Não é desobedecendo juiz, cuspindo em jogador pelas costas que vocês vão tirar esse ranso de coisa de segunda linha de vocês.

Quer ouvir a minha opinião e das meninas do #Lulucast sobre esse jogo? Clique aqui

Veja as notas dos nossos jogadores:





Nosso próximo jogo é contra o Palmeiras, no Engenhão.  Eles estarão sem Kelber, Valdivia e nosso time contará com Airton e Willians. Não acredito que o Ronaldinho jogue. Prefiro guardá-lo para as últimas rodadas do que arriscar colocá-lo e ele ter uma contusão.

Estamos chegando, na hora certa. Faltam 4 pontos para a liderança. Ela está logo ali.

Vamos pra cima deles Mengo!!!!

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.