A partida inesquecível do Paulinho




Paulonho Flamengo x Botafogo (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)

Cena 1: "Aonde o Flamengo arrumou esse peladeiro, meu Deus!"

Cena 2: "Toca a bola, cacete. Chuta direito essa bola. Vai se ferrar, fominha dos infernos."

Cena 3: "Caraaaaaaaaca, como tá jogando esse cara, que velocidade, melhor em campo."

Essas cenas se passaram comigo, pensando no Paulinho, em momentos diferentes. Aposto que a maioria dos mulambos passou isso também. Sabe aquela historia do "NUNCA FALEI MAL DO PAULINHO!"? Pois é, comigo não acontece!

Ele chegou no Flamengo vindo com outros jogadores e sou daquelas que achava melhor aproveitar os meninos da base, num ano que precisa-se economizar, como é o Flamengo em 2013.  Não levava fé, perguntei "Pra que Paulinho no Flamengo?" e o futebol, como se quisesse me dar uma lição para a vida, mostra que nem tudo é o que parece.

Paulinho, no jogo contra o Botafogo, fez um jogo para se colocar em DVD. Sabe as jogadas que se faz para mostrar que joga bem, que vale a pena o investimento? Ele fez, ontem, aos montes. Foi decisivo. Foi mortal. Foi inesquecível para o lateral do Botafogo. Serviu como lição para a blogueira que insiste em falar de jogadores e seu desempenho. E, o mais importante: fez sorrir milhões de rubro-negros, como eu, como você, que estão extasiados com a vitória!

Flamengo já fala em renovação de contrato, torcedor já o compara a Uri Geller e eu? Eu tô felizaça porque alegria assim só o Flamengo me proporciona!

Essa noite inesquecível de Paulinho com o Manto só poderia acabar com vitória. E com uma atuação irrepreensível.  Que venha outras. E que sejam inesquecíveis.



Comente:



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Sou botafoguense, mas já moro há alguns anos em Piracicaba. Quando você mora em Piracicaba faz parte torcer pelo XV, torcer pelo XV é um evento e deveria ser obrigação de cada morador da cidade. Enfim, acho que sou mais quinzista que botafoguense hoje.

    Bem, o time do XV não é aquela coisa, mas joga direitinho, e o Paulinho no XV sempre foi um jogador altamente diferenciado. Sempre driblador, mas com uma péssima mira. Perdia gols incríveis, inacreditáveis.

    Quando foi pro Flamengo fiquei um pouco receosa com esse histórico dele, porque fazer feio num time como uma torcida tão grande não ia ser uma experiência das melhores... mas fico feliz que ele esteja dando conta do recado (ontem principalmente, pra tristeza dos botafoguenses, como eu).

    Tomara que realmente fique no Flamengo, encha um pouquinho o caixa do XV e tenha uma carreira incrível!

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.