Pós-Jogo: Que aprendam a definição da palavra vergonha






Tinha tudo para ser uma grande festa. Eu de volta ao Maracanã, Flamengo fazendo dois gols em pouco tempo, atropelando o adversário e torcida apoiando como sempre. Mas, como um trem descarrilhando, o Flamengo perdeu o rumo e sofreu uma derrota que pode ter consequências maiores do que a demissão do técnico Mano Menezes. 

Sabe o Carlos Eduardo? É muito pior ao vivo. 

Sabe a inoperância do Adryan? É muito pior quando ele não tem função em campo, como foi no jogo de hoje. 

Sabe as substituições erradas do Mano Menezes? Estamos livres delas. 

Sabe a torcida do Flamengo? Ela é demais mas não é idiota. E parece que a paciência acabou. Como um copo que transborda, hoje parece ter sido o limite. Mais do que xingar dirigente e jogador por jogador, vi na cara dos torcedores, aqueles que sentados permaneciam assistindo uma atuação pífia de um time desorientado ou os que se manifestavam com notas de dinheiro na mão ou xingando cada bola perdida, uma insatisfação que não é típico do Flamengo. 

Poderia citar e falar da atuação de jogadores, pegar um como exemplo ou destrinchar sobre o Mano Menezes (seria o tema do post antes de saber da demissão dele), avaliar a atuação de Pelaipe, Wallim e bla bla bla mas hoje não. Ainda me entristeço com a torcida cantando "time sem vergonha" da torcida do Flamengo e com esse tipo de derrota. 

Maracanã está um espetáculo. E merece um time do Flamengo que deixe de envergonhar os próprios jogadores. Por que se eles que entram em campo e tem vergonha da atuação deles, imagina o torcedor que paga ingresso e gasta tempo para vê-los?

Já passou da hora de aprednerem o que significa a palavra vergonha.


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.