A maior briga que o Flamengo tem que ganhar em 2013





Está complicado unir o útil ao agradável. A vida seria mais fácil se o Flamengo conseguisse unir a grana que ganha em outras praças, como Brasilia, com o agradável da força da torcida no Maracanã.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello saiu da reunião com o governador, Sérgio Cabral, confiante de que haverá mudanças na relação do clube com o consórcio Maracanã e já conseguiu a redução de custos para mandar suas partidas no estádio, a principio até o fim do ano.

Não li a carta completa que o Flamengo mandou para a Federação do Rio de Janeiro questionando o público presente na partida contra o Cruzeiro, além de denunciar a entrada de mais de uma pessoa no estádio com o mesmo ingresso.

Uma parte do documento diz:

"O consórcio tem anunciado que a capacidade do estádio é de cerca de 78 milpessoas. E, na partida em questão, foi anunciado que o público presente teria sido de, aproximadamente, 54 mil. Entretanto, foi possível constatar que o Estádio encontrava-se muito próximo de sua lotação, não sendo crível que lá estivesse presente um público que representasse apenas dois terços da capacidade."

Para se ter uma idéia da reclamação dos altos custos por parte do Flamengo, do lucro de R$ 2 milhões do jogo contra o Cruzeiro, o Flamengo ficou com o valor de de R$ 700 mil. Pelo acordo assinado em julho, o Flamengo divide com o concessionário a renda (com exceção dos camarotes) e as despesas das partidas. O rubro-negro fica com a metade do arrecadado com a venda de ingressos das arquibancadas.

O próprio presidente já revelou que o acordo não foi como o Flamengo imaginava e esse ajuste é necessário para que haja o interesse do clube de mandar seus jogos no Maracanã. Para mim, ficou claro que esse "erro" na presença de torcedores pode ter acelerado essa reclamação do Flamengo. 

Há, inclusive umas imagens que estão rolando pela internet, falando dessa diferença de divulgação de publico e que demosntra esse erro na publicação do publico.



O Flamengo precisa de dinheiro. E precisa da torcida do Maracanã, precisa da sua origem para resgatar um time que não se encontra. Já falei aqui que Brasilia se transforma em campo neutro contra alguns adversários, como foi o caso contra o São Paulo e Grêmio. Se fosse num outro momento, não teria a menor dúvida que seria melhor o Flamengo embolsar um prejuizo financeiro para ter a sua torcida no Maracanã ajudando a sair desse momento complicado.

Por outro lado, o Flamengo TEM QUE pagar de mensalidade R$ 7 milhões de impostos atrasados e PRECISA de qualquer dinheiro (mesmo que em campo neutro) para poder arcar com os compromissos que assumiu de forma correta, diga-se de passagem. Voltar ao calote institucionalizado como era no passado é um retrocesso inimaginável. Querer contratação de jogador usando o exemplo do passado que se conseguia ter bons jogadores sem dinheiro, transformou na draga que o Flamengo está hoje. Você acha que esses impostos atrasados pagos nessa mensalidade de R$ 7 milhões surgiram da onde? A forma como dezenas de jogadores que sempre ganharam mais no Flamengo que em qualquer outro clube deve ser esquecida?

Essa briga com o consórcio, para conseguir cada real para o Flamengo talvez seja a briga mais importante que o Flamengo tenha que ganhar em 2013.  Conseguir aproximar os ganhos que teríamos em Brasília, por exemplo, no Maracanã é o ponto de partida para a recuperação do time no Campeonato Brasileiro. Ou você não acredita que esse time do Flamengo tenha uma posição melhor na tabela jogando com sua torcida do lado? O caminho da Copa do Brasil pode ser facilitado. É sobreviência, assim como é cada vitória na tabela. 

Torço, muito, para que se tenha uma legitimidade na venda de ingressos e que o Flamengo consiga se acertar com esse Consórcio, que não sairá fácil do Maracanã, assim como eu acredito na força da torcida do Flamengo no Maracanã. É nisso que aposto, por isso acredito que jogar no Maracança ganhando dinheiro, hoje, é o maior desafio, é a maior briga que o Flamengo tem ganhar em 2013.

Vai pra cima deles, Mengão e brigue por cada real.


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.