Pré-Jogo: Ponte Preta x Flamengo - Brasileirão 2012







Sonho o dia que eu não terei que enfrentar o noticiário do Flamengo sem ter uma crise. Sem ter uma histórinha que faça a Nação e a arcoirisada comentar. Mas como sonhos não se realizam o tempo todo, temos que encarar não só o noticiário como os comentários do noticiário.

De o seu palpite na enquete aí do lado direito da página! ====>

Vai ser o primeiro jogo do Flamengo sem o Ronaldinho no time e não tenho idéia de como vai ser. Embora o time do Flamengo não jogasse em função do R10, o que, na prática, não alteraria muito o desempenho do time, as muitas versões sobre o relacionamento do R10 com os companheiros, me deixa com dúvidas se esse desempenho será melhorado.

O fato é que enfrentaremos a Ponte Preta, dentro da casa deles e a vitória, depois do empate contra o Internacional em casa, acaba sendo importante para somarmos três pontos e jogar pra fora a uruca do empate.

Quem pode desequilibrar a favor do Mengão:

- O Ibson estreiou muito bem. Sempre procurando jogo (o que é a sua característica), deixou muito rubro negro esperançoso na apresentação de um bom futebol. Que tal o gol da vitória, Ibson?

- Vagner Love tem tudo para ser o destaque do Flamengo no Brasileirão 2012. Inclusive foi o líder de indicações no #OpinaAí feito com essa pergunta.

- A ausência do Ronaldinho pode favorecer o Flamengo e é isso que eu espero! Pelo menos, não vai perder uma bola no mieo de campo que pode originar o gol do adversário.

Quem pode desequilibrar contra o Mengão:

- O meio de campo com 4 volantes (Airton, Luis Antonio, Kleberson e Ibson) pode fazer com que a bola não chegue ao nosso ataque e isso vem preocupando muitos ruro negros que gostam de discutir futebol. Embora o Kleberson e o Ibson corram muito e até tentem armar o time, o passe fica comprometido!

- Joel Santana. Precisa explicar o po que?


Provável Escalação:

Paulo Victor; Léo Moura, Welinton, González, Welington Silva; Airton, Kleberson, Luis Antonio, Ibson; Deivid e Love


Meu Palpite:

Flamengo ganhará de 2x1 em um jogo compicadissimo, com JoHELL errando nas substituições, para variar!

VamoPraCimaDeles, Mengoooooooo!






Comente:



Um comentário:

  1. VOLTA OLÍMPICA DE MARCHA-À-RÉ
    Depois de empatar em 0 X 0 com o Botafogo no dia 8 de setembro de 1968, o Flamengo deu a volta olímpica debaixo de uma tremenda vibração da torcida, achando que o jogo adiado com o Bonsucesso seria moleza. Bastava empatar para comemorar o título e ser o representante do Rio na Taça Brasil de 68, que eles achavam que ganhariam. Mas, em 11 de setembro, o que parecia impossível para eles aconteceu: o Bonsuça sapecou-lhes 2 X 0, dois gols de Morais, um aos 5 minutos do primeiro tempo e outro aos 44 do segundo, calando um Maracanã lotado de burro-negros que já se consideravam campeões. Tiveram, então, que fazer uma final contra o Botafogo, também com Maracanã lotado, no dia 18, quando apanharam de 4 X 1, apesar do Gerson ter até perdido um pênalti, embora convertesse um outro. Foi então que os botafoguenses, e depois todas outras torcidas, disseram o Urubu teve que dar marcha-à-ré na volta olímpica que haviam dado 10 dias antes, contando, como é de sua natureza, com o ovo no fiofó da galinha. É por isso que até hoje esse triste episódio na história burro-negra é conhecido como a VOLTA OLÍMPICA DE MARCHA-À-RÉ.

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.