A magia da camisa 10 apareceu no Fla Basquete





MOGI X FLAMENGO, NBB (Foto: Luiz Pires/LNB)

"Achei que perderíamos. Perdão pela falta de fé, São Judas!"

O jogo foi complicado. Com um final dramático. Depois de estar ganhando por 9 pontos no inicio do ultimo quarto, o Fla Basquete quase dava mole e perdia o jogo. Menos mal que não perdeu, ganhou, a decisão da serie vem para o Rio de Janeiro e eu sou mais Mengão.

Ainda bem que o Flamengo tem o Ramon, que incorporou a magia do Manto 10 do Flamengo. Ainda bem que tem a raça do Olivinha. Ainda bem que tem a competência do Marquinhos. Ainda bem que ganhamos esse jogo.

O jogo foi tão UFA que ainda nem falei o placar dele. A sofrida vitória foi por 93 a 91, no ginásio Hugo Ramos, na casa deles. Sabendo que era impossível, o Flamengo foi lá e fez. O Mogi tem três derrotas dentro de casa no campeonato. Duas foram para o Flamengo.

Com 27 pontos no total, Ramon foi o grande nome do Flamengo. Além do toco decisivo, Marquinhos contribuiu com 15 pontos e seis assistências. Marcelinho e Olivinha, com 14 pontos cada, também foram fundamentais. Barrado por Ramon, Rafa Luz atuou por 21 minutos e foi quem mais deu assistências: 7.

O toco do Marquinhos, no ultimo lance do jogo tem uma simbologia que, mesmo depois de algum tempo do jogo terminado, eu estou toda emocionada. Espia só:



Com 2 a 2 na série semifinal, Flamengo e Mogi voltam a jogar na próxima terça-feira, às 21h, no ginásio do Tijuca, para decidir quem vai enfrentar Bauru na decisão do NBB 8.

Acompanhe informações na nossa fanpage e nosso twitter  do Fla Basquete

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.