5 certezas que tenho com o Flamengo atual





Algumas certezas, mesmo nos momentos de crise, a gente tem. O time do Flamengo, com as suas seguidas atuações ruins, falas de quem faz o futebol, de dirigentes a jogadores e demora da diretoria para ação também me faz ter várias certezas.

A saber: 

"Temos que trabalhar"

No Flamengo de hoje, é certeza que a conformidade da derrota vem com um "temos que trabalhar" ou coisa parecida. Parece até um mantra. O cara perde, chega usar a palavra paciência mas está que tem que trabalhar. Como se o trabalho fosse uma mão estendida para sair do fim do poço. O trabalho, no futebol pode ser tudo, menos a mão para sair do fundo do poço. No dia que quem faz o futebol do Flamengo entender isso, seja técnico interino ou jogador, eu acenderei uma veja, juro!

Cartão Amarelo pro Guerrero

Haverá cartão para o Guerrero em campo. No Flamengo, o maior salário do elenco tem mais cartão amarelo do que gols, que ele é contratado para fazer. TEM QUE AVISAR PRO GUERRERO QUE A MISSÃO DELE É MARCAR GOL E NÃO TOMAR CARTÃO AMARELO. Os cartões são tomados por reclamação e todo mundo sabe que há uma determinação da CBF para coibir "piti" em campo. Vai continuar nessa coisa de reclamação? Vai aumentar a distância de cartões tomados x gols feitos.

A defesa irá falhar

Não importa se é o goleiro ou os zagueiros. O posicionamento da defesa é tão ruim que quando goleiro não falha, zagueiro falha. É um tal de jogador entrando nas costas de zagueiro que sai batido para combater bola na cabeça de área que nem estranho mais atacante adversário aparecer na cara do Paulo Victor. Sabe quando torcedor acha estranho e pede logo impedimento? Nem tenho mais isso. Há sempre um Jorge ou Rodinei olhando o bonde passar e deixando os caras em posição legal. Como eu tenho certeza que isso acontecerá, peço, todo jogo, para que o ataque funcione. Mas isso não está acontecendo.

As mudanças, quando há, são lentas

Sabe aquela coisa de o time dar vexame e os culpados serem punidos? Esquece, cara! Outra certeza que passei a ter é que só o torcedor do Flamengo é punido. Afinal de contas, ele paga a conta de um time sem sangue, vê que está indo ladeira abaixo e a notícia que ele recebe, quando está tudo muito ruim, é que vai continuar como está. OU que estão avaliando a melhor forma de se fazer sabe-se lá o que. Mas eu acenderei outra vela no dia que perceberem que o futebol, dinâmico que é, não é para tartaruga.

O técnico vai elogiar o time e contemporizar a derrota

Comecei a perceber que o paradigma de "raça, amor e paixão" do Flamengo mudou ao observar as entrevistas dos inúmeros técnicos do Flamengo pós-derrotas. O time perdeu, jogou mal, tem jogador que não sujou nem o calção e eles estão lá, elogiando o time e falando que a derrota é normal. Tem uns que tem até a cara de pau de usar um "dadas as situações do jogo". Óbvio que tem aquela coisa que criticas devem ser falado em particular e blablabla, mas precisa ELOGIAR e achar derrota NORMAL? É achando normal uma derrota que se constrói um caminho vitorioso?


São 5 certezas. Se você for um torcedor pessimista, dentro dessas 5 certezas, você multiplica 2x, 3x mais usando pontos em cada item exposto acima. Eu, mesmo com tudo que anda acontecendo, assisto cada jogo acreditando na vitória. Mesmo com todos esses pontos que não mudarão tão cedo porque não vejo ação para isso. Não há ação de diretoria para punir jogador que repete erros nem para cobrar desempenho. Não há ação de técnico para corrigir posicionamento dentro de campo e fora dele. Não há ação de jogadores, que estão cada dia mais apáticos. Mas, ainda assim, no início de cada jogo, minha crença se renova. É como um ritual, é o Flamengo em campo.

Saudações!

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.