"O que está ruim, sempre pode piorar".






"O que está ruim, sempre pode piorar".

Quem é que nunca escutou essa expressão? Quem é que nunca usou essa expressão? Quem é que nunca se encaixou nessa expressão?

Se você nunca se encaixou numa situação pra usar essa expressão, conhece alguém que se encaixa. Ou então não viu a entrevista do Ronaldinho Gaucho no "Fantástico"(tinha direito a pedir música depois da terceira mentira?). Uma entrevista lamentável, sob todos os aspectos. Lamentável para a imagem de um jogador tão consagrado nos gramados, lamentável para o jornalista que a fez, lamentável para torcida do Flamengo que tanto o apoiou. Poderia ser o típico caso de vergonha alheia do ano, mas não vou me arriscar a dar esse título à ele. Até porque tem o beijo, estilo "Ti queiero" do Ponei Maldito (by Cris Marassi), que a Paty soltou no final de um vídeo direcionado a Nação.

Não tiro a razão do Ronaldinnho em entrar na justiça contra o Flamengo. Na verdade, eu fico imaginando o quanto o Ronaldinho (ou Assis ou o raio que o parta!) deve ter tentado resolver a arenga de uma forma amigavél. Não vamos tampar o sol com a peneira e achar que o cara é 100% vilão. Não o é. Até porque eu tenho minhas dúvidas que se ele voltará a jogar em alto nível num time de alto nível, com as molezinhas que ele tinha no Flamengo. E isso é uma opinião de uma pessoa que gosta de futebol, independente de ser rubro negra.

O grande fato dessa história toda é que 5 dias que o Ronaldinho saiu do Flamengo, ele já deu mais entrevista do que num ano e quatro meses como jogador do clube. Além do mais, me incomoda o fato dele NUNCA encarar as pessoas. Não sei se é timidez e quem conhece o cara diz que ele é tímido. Mas que incomoda, ah, incomoda.

Poderia descrever aqui várias outras impressões que tive ao ver (tres vezes) a entrevista que foi dada no Fantástico sobre a sua saída do Flamengo. E, mesmo revendo a entrevista algumas vezes, não consegui acreditar no que o Ronaldinho falava. E, vou te confessar, da última vez, nem cheguei até o final, tamanha vergonha.

Uma lástima. É mais um grande craque que o clube não soube aproveitar e que sai brigado com as pessoas que dirigem o Flamengo atual. E é mais um clube que o Ronaldinho não sai de maneira legal. Semelhanças e diferenças, que caminham lado a lado. Ou não.

Quem achou lamentável a cobrança dos R$ 40 milhões que ele está cobrando na justiça, deve ter achado lamentável a entrevista o "Fantástico"

"O que é lamentável, sempre pode ficar mais lamentável."



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.