Quem nasce pra ser porco nunca será um Urubu







Em um jogo que a jogada mais falada não foi de um gol, de uma defesa ou de um drible sensacional, o Flamengo saiu de São Paulo no jogo contra o Palmeiras com um resultado ruim porque como o Corinthians venceu, abriu mais 2 pontos de distância para a gente.

O lance mais comentado do jogo foi a falta de fair play do jogador Kleber, do Palmeiras. Independente de quem estava com a bola e ela estava com o Airton na hora que o juiz apitou a paralisação da partida, um jogador partir em direção ao gol do adversário quando estes estão esperando a devolução da bola, só acentua a gravidade do ato. Segundo a FIFA, o fair play, jogo limpo, é um elemento essencial do futebol. Ele representa os benefícios de cumprir as regras, ter bom senso e respeitar jogadores, árbitros, adversários e torcedores.

O que mais me espantou não foi o ato do jogador em questão, até porque não foi a primeira atitude de desrespeito para com o jogo e seus colegas e nem vai ser a última. Graças a Deus que esse prego não veio pro Flamengo. O que mais me espanta é Felipão, Marco Assunção e outros jogadores do Palmeiras além dos comentaristas, principalmente do Sportv e o Neto da Bandeirantes, dizerem que essa atitude estava certa e que o Flamengo merecia tomar o gol porque fazia cera. Que cera, cara pálida? Mas esse tipo de comportamento deve ser padrão pra jornalista que critica o outro sem citar nome em rede social, jogador que cospe na cara de árbitro. Mas cada time merece o ídolo que tem. E nesse caso, um porco nunca chegará a ser um Urubu.

Vamos as atuações dos nossos jogadores:




  • As jogadas mais perigosas do Flamengo sairam o pé do Thiago Neves, mesmo que ele não tenha feito uma partida exemplar. 
  • Ronaldinho ontem estava com vontade de jogar futebol. É sempre importante ver essa vontade dele porque contagia o time. 
    • Airton ontem fez a melhor partida desde a sua volta ao Flamengo. Tomara que continue mantendo essa regularidade e esqueça as botinadas.


    • Vanderley Luxemburgo demorou muito a mexer, com medo de perder o jogo. Quem tem medo de perder, não ganha nunca! Uma pena!
    • Para variar, o Léo Moura está nesse espaço de novo. Como se não batasse atacar, deixa o Wellinton sempre vendido porque não consegue marcar pelo lado direito da defesa./li>
    Com Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves suspenso pelo terceiro cartão amarelo (e como bem falou a Nivinha no Lulucast, o cartão do R10 pode ter sido provocado), enfrentaremos o único adversário que conseguiu nos derrotar no ano: o Ceará. É torcer para que o Fernando Henrique não pegue tudo de novo e que o Adryan possa estrear bem nos profissionais, já que o Luxa o chamou para os profissionais.

    O ruim desse empate é que o Corinthians colocou mais dois pontos na frente, mas eles estão 30 dias sem Julio Cesar e Liedson e isso pode ser um benefício para nós. Campeonnato de pontos corridos é isso: um olho no nosso time e outro em quem está a frente da tabela. E avaliar os adversários para saber a hora de poupar jogadores ou não. Nisso, o Luxemburgo tem uma visão como poucos no Brasil.

    O #Lulucast 28 está no ar. Falamos do jogo contra o Palmeiras, os reforços do Flamengo, a polêmica do Kleber e do jogo contra o Ceará. Ouça aqui!

    Comente:



    Um comentário:

    1. avisa la para o david braz isso acho que se mostrou um porco de 1°!!vai rir da cara dos outros..agora esta para o brasil inteiro vêr na globo.com!!agora vai rir por muito tempo no banco(por mim mandava embora)

      ResponderExcluir

    Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
    Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

    Tecnologia do Blogger.