Fla x Grêmio pela Copa do Brasil: o que eu tive...









Eu tive classificação. Nós testamos CLASSIFICADOS! Só isso bastava na noite de ontem mas tivemos um time com jogadores que entenderam, absolutamente, o gostinho de ter uma noite épica com o Maracanã lotado. Espero que eles tenham gostado e que se esforcem para repeti-la. Porque, se depender na Nação, não será a única.

A história desse jogo não pode ser contada, por mim, sem um paragrafo INTEIRO para o Everton Ribeiro. Talvez por eu achar que ele e Diego são os caras para levar esse Flamengo a vitórias que estamos precisando, eu presto mais atenção neles. E o Everton, cansado de outros jogos, deu lugar a um maestro. Ao cara que jogou para o time. Ao cara que conseguiu penetrar numa zona de campo que jogou sozinho uma boa parte do jogo. Ao cara que, sem grandes cenas, sem um grande enredo é cada vez mais fundamental ao Flamengo. Decisivo, cirúrgico, empenhado, matador. Ah, Everton Ribeiro... Ter um paragrafo num pós-jogo da Dani é coisa pra caramba e você anda merecendo.

Quem estava merecendo uma festa coo a de ontem era a própria torcida do Flamengo. Time com cara de Flamengo, com uma zaga que foi magistral, com Léo Duarte doutrinando (mais uma vez), um Rever ganhando todas pelo alto e um Rodinei concentrado. Meio de campo com Cuellar e Paquetá incansáveis; Como correm esses dois na marcação. Pelo amor de Zico! E o que falar do Diego? Mais próximo do gol, solto em campo e disputando todas as bolas, tenho a impressão que o ara que não se esforça com o Diego em campo fica até com vergonha e começa a se esforçar.

O Flamengo até sofreu no inicio do segundo tempo com o domínio de posse de bola mas Barbieri, o novato, fez a substituição do jogo: Vitinho saiu e Marlos Moreno entrou. O atrapalhado colombiano fez um salseiro tão grande na zaga do Grêmio que a pressão aliviou, a defesa do Grêmio passou a se preocupar com o ataque do Flamengo e o tempo correu.

Em falar em corrida, como correu o time do Flamengo. Como lutou por cada bola. Como brigou. Como comemorou. Como venceu. Como vibrou. E se classificou. Enlouqueceu uma Nação.

A primeira classificação já veio. Linda, vibrante, no embalo da torcida e com direito a festa no Maracanã. Vamos em busca do título, Flamengo. Copamos a primeira. Vamos copar mais!

É mesmo o meu maior prazer, vê-lo brilhar!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.