Sinta-se em casa, Julio Cesar!









O Flamengo tem outras prioridades mas não posso negar que gostei da volta do Julio Cesar ao clube. Sei que precisamos de centroavante e lateraiS. Porém, acredito que um Flamengo forte e vencedor passa pela ideia de ter vitoriosos em setores espalhados pelo clube, além de gente com identificação com o vermelho e preto. Por isso, a chegada do Julio Cesar não me causa nenhum sentimento de questionamento e reclamação, embora esteja atenta a contratação de 9 e de laterais.

Gosto do Julio, sempre gostei. Julio tem aquela coisa do rubro negro de sacanear dirigente adversário pós-título, não fugir da raia quando é questionamento ou responsabilizado por algo além de ser pura emoção. Com tanto media training e discursos igualados no Flamengo, gente como o Julio é para fazer sacudir a poeira do politicamente correto que não anda me agradando.

Como se não bastasse isso, sabe quando você bate no peito e diz que o Flamengo nunca foi rebaixado?  Sei bem que é errado colocar a responsabilidade em um jogador, seja na vitória ou na derrota mas se o Flamengo não foi rebaixado naqueles anos horripilantes de inicio de século, deve, em parte, ao Julio Cesar.Teve também a final de 2001, com uma partida monstruosa dele que culminou no golaço do Pet nos dando o título.

Eu também não entendi a contratação dele. Entendo completamente quem diz que é desnecessário, que joga na cara as inúmeras vezes que não voltou antes de encerrar a carreira e que tem gente na frente que merece fazer o que o Flamengo está fazendo.

Mas sou uma torcedora que gosta de rubro-negros assumidos vestindo o Manto. Então, permita-me dar boas-vindas a esse goleiraço, falar para ele se sentir em casa, passar muito rubro-negrismo a esse elenco que parece não entender o que é isso e, claro, mostrar que quem é craque sempre pode ajudar tecnicamente um time.

Bem vindo de volta, Julio!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.