Da ansiedade à esperança!






Véspera de final. Uma final de campeonato nacional, que o Flamengo busca o seu tetracampeonato. Uma final de um campeonato que o clube venceu pela última vez em 2013, de forma épica num ano que não foi muito legal, com um time que não era tão bom quanto o atual. 

A ansiedade, amigos, está a mil por hora. Está daquele jeito que procuro notícias, fico imaginando quando vai ser e, claro, como é bom ser Flamengo e estar numa final. Gosto mesmo desse frio na barriga e dessa ansiedade. 

A gente anda meio desconfiado do time do Flamengo, né? E acho que isso aumenta, ainda mais, essa coisa louca que o jogo não chega. Já é Natal na Leader Magazine, Simone já está aí com o seu "Então é Natal" mas quarta-feira 21:45 não chega. 

Só tem uma coisa maior do que a minha ansiedade: a esperança! 

Eu espero que o Diego faça a partida da vida dele no Flamengo no Mineirão e que o Guerrero seja. mais uma vez, decisivo. É o nosso grande reforço para essa final, já que ele não esteve no primeiro jogo, no Maracanã. 

Eu acenderei uma vela para o Muralha, como fiz contra o Botafogo. Ela iluminará os caminhos do goleiro, que, amanhã, é o melhor goleiro do mundo. Se vier penalti, não será só ele no gol, estaremos lá. 

Espero que o Juan continue jogando de terno e que o Rever faça um gol como foi na estreia dele com o Manto. 

Cuellar vai arrebentar, de novo, e Arão vai fazer uma boa ligação do meio de campo para o ataque e não sobrecarregará tanto o Diego no jogo. 

Berrio vai correr como sempre e acertar como nunca. Everton vai jogar, vamos torcer! 

Viu só como tem coisa para pensar no jogo contra o Cruzeiro? Como é que conseguem não ter a ansiedade lá em cima?  

Para finalizar,  #VAMOSFLAMENGO. Mais do que nunca, como sempre! 


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.