Destaque RN: Sávio, o anjo louro da Gávea!







O primeiro título que eu me lembro do Flamngo invicto, sem perder uma partida, foi em 1996, no campeonato carioca. Nesse título, embora o Romário estivesse no nosso time, outro jogador brilhou e conquistou o seu primeiro título como profissional: o Sávio.

Revelado nas divisões de base da Desportiva-ES, Sávio foi transferido para o Flamengo em 1992, quando tinha apenas 18 anos de idade.


Em 1995, no ano do centenário do Flamengo, formou o chamado ataque dos sonhos, ao lado de Romário e Edmundo.

Qual é o rubro negro que não vibrava com os seus dribles pela ponta esquerda? Muitos o compararam ao Zico, não apenas pela habilidade que exibia desde sua pouca idade, mas também porque, como Zico, Sávio tinha o físico franzino e, portanto, era bastante suscetível a faltas.

Ele deixou Ronaldo Traíra no banco durante o pré-olímpico para as Olimpíadas de 96, Sávio foi destaque na Seleção Sub-23, deixando, inclusive, Ronaldo Fenômeno no banco de reservas.

Em 1997 foi para o Real Madrid, participou da maior derrota do nosso maior rival no título do Real contra o Vascú no Mundial Interclubes.


Passou por outros times da Espanha e em 2006 voltou ao Flamengo, clube que o revelara, e que Sávio admite ser seu time de coração. Nesta nova passagem pelo Flamengo, porém, disputou apenas 10 partidas e não marcou nenhum gol.

Para rubro negro que tem mais de 30 anos, impossível não lembrar do Sávio com um sorrisão de satisfação de um grande jogador que vestiu o MANTO!

Relembre grandes momentos do Sávio



E é por isso que ele é o destaque rubro negro da semana!

Comente:



4 comentários:

  1. jogou muito no fla pena q o kleber leite vendeu ele

    ResponderExcluir
  2. O SAVIO JOGAGA MUITO ELE EO ROMARIO SE COMPLETAVAM UM COM O OUTRO,UMA DAS MELHOS DUPLAS DE ATAQUE DO FLAMENGO P\ MIM A MELHOR.

    ResponderExcluir
  3. Romário e Sávio eram brigados, dizem que chegou até rolar porrada entre os dois uma vez! Só fizeram as pazes em 1996, através do Papai Joel, que assumiu o time e levou o Mengão ao Carioca invicto, como bem disse o texto.
    Quando era pequeno meu grande ídolo era ele. Nas peladas que jogava eu "era" o Sávio, e meus primos até diziam que eu era parecido, fisicamente ÓBVIO!
    Sempre torci para que ele voltasse ao Mengão, infelizmente sua volta não foi boa, e logo retornou à Europa para ganhar mais alguns euros... Pena!

    SRN!
    @RaflaelOliveira

    ResponderExcluir
  4. Era bom jogador. Pena que foi superestimado. Compará-lo a Zico, só fisicamente mesmo. O "ataque dos sonhos" juntava três jogadores de níveis completamente diferentes. Edmundo não jogou nada no Flamengo, mas suas duas primeiras passagens pelo Vasco e a primeira no Palmeiras mostravam que ele estava num nível acima de Sávio. Romário, então, sem se fala.
    Essa ansiedade sobre Sávio, fazendo-o parecer mais do que realmente era, acabou atrapalhando-o. Depois que também percebeu que ele não era tudo isso, o Real Madrid acabou repassando-o para clubes médios da Espanha, onde fez carreira (na França também).Era bom jogador. Pena que foi superestimado. Compará-lo a Zico, só fisicamente mesmo. O "ataque dos sonhos" juntava três jogadores de níveis completamente diferentes. Edmundo não jogou nada no Flamengo, mas suas duas primeiras passagens pelo Vasco e a primeira no Palmeiras mostravam que ele estava num nível acima de Sávio. Romário, então, sem se fala.
    Essa ansiedade sobre Sávio, fazendo-o parecer mais do que realmente era, acabou atrapalhando-o. Depois que também percebeu que ele não era tudo isso, o Real Madrid acabou repassando-o para clubes médios da Espanha, onde fez carreira (na França também).

    @llmarcello

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.