Os Deuses do Futebol não perdoam









Quando eu aprendi a gostar de futebol, um montão de coisas eram diferentes. Dentre esse montão de coisas, havia uma que muitos sabichões atuais condenaria de forma veemente: sempre que um time perdia de forma vexaminosa, uma penca de jogadores eram barrados.  Se o time titular perdia, botava reserva, juniores mas aqueles sem vergonhas filhas da puta não entrava em campo não. Era um castigo. 

Com essa medida, os treinadores do futebol do tempo que se priorizava o talento, com certeza ABSOLUTA, pediam desculpas aos Deuses do Futebol e a vida seguia. Até porque ganhar e perder faz parte do jogo. Assim como jogar bem e jogar mal. 

O tempo passou, o Futebol mudou, mas os Deuses não mudaram e nem mudarão de preferência. Deus que é Deus é Deus e ponto final. 

Treinador de futebol pode ganhar um jogo com 4 cabeças de área. Pode ganhar um jogo com deixando o atacante que está voando no banco. Pode até ganhar um jogo tirando até do banco jogadores que mereciam entrar em campo. Até porque tem a opção do outro time ser pior do que o dele ou estar em um péssimo dia. Mas só ganha um jogo. Só tem essas possibilidades. Treinador algum do Brasil, treinador nenhum do mundo ganhará jogo com time em igualdade de condições com um meio de campo formado com Toró, Willians, Renato Abreu e Kleberson. 

Sabe porque? Porque o Futebol não merece isso. Nem os Deuses que o regem. E observem que é Futebol com "F" maíusculo. Aquela coisa maravilhosa que nos faz chorar como crianças e xingar como mal educados ( coisa que, obviamente, não somos). Aquela coisa que fez o Flamengo atrair multidões aos estádios.

Deixar o Maldonado e Galhardo fora do banco, tirar o Juan quando não tem um Zico pra se colocar no lugar e não colocar o atacante que se tem no banco quando se está perdendo de 2x0 é uma afronta ao Futebol. É uma aberração. É uma ignorância.  Nem o meu amor pelo Flamengo, nem a minha cegueira de torcedora alucinada me faz achar que o Flamengo merecia sorte melhor no jogo de hoje. 

Sinto muito. Muitissimo. Sinto pelo Zico ter trazido um aprendiz depois de ter mantido por tempo demais o estagiário, sinto pela derrota, que não melhora nossa situação em um campeonato que tinha tudo pra ser bacana pra gente e sinto pelos jogadores que suam a camisa, que se esforçam.  

Mas o meu maior sentimento, de tristeza nessa noite de sábado, de desolação mesmo, é ver o Flamengo se afastar daqueles que só o abençoaram: os Deuses do Futebol. 

E se não nos aproximarmos deles de novo, mais coisas ruins virão.  Valhe-me São Judas. 

Quem viver, verá.

====

O meu apoio ao Flamengo é irrestrito. Terça feira, 21:00, estarei com o meu manto sagrado, torcendo, alucinadamente pelo triunfo daquele que é o meu orgulho.

Acima de tudo, sempre, sempre e para sempre RUBRO-NEGRA!!!



Comente:



2 comentários:

  1. Caracow, Dani!
    Nao to no melhor momento pra comentar nada sbr o Fla, nao...
    Já xinguei amigo que me ligou pra provocar, ja chorei, ja tentei me centrar...
    Enfim, acho que amor tem dessas coisas, ne?
    Os Deuses do futebol nao perdoam? Tvz seja a hora nao de pedir perdao a eles, mas um momento de tranquilidade e um pouco mais de garra e inteligencia a quem pode nos dar alegrias...
    SRN!!! Sempre!

    ResponderExcluir
  2. Ha muitos anos, tantos q não me lembro mais, eu não chorava de tristeza por ver o Flamengo tão desfigurado em campo.
    Claro q abandonar ñ dá, pq mais q eu jure, prometa e berre q vou faze-lo...terça, la estarei eu sofrendo pela minha maior paixão.
    Que Deus conceda um tempinho extra pra São Judas se dedicar full time ao Flamengo, pq com Silas no comando e um bando em campo, ta foda! So milagre!
    SDS RN

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.