O direito vem depois do dever








Que o meu Flamengo não vire casa da mãe Patricia. Que história é essa de torcedor entrar no vestiário para falar com jogador do Flamengo sobre o momento atual que o time está passando?

Li que foram cerca de 10 torcedores. E que esses 10 torcedores tiveram o encontro liberado porque era a torcida querendo falar com o time. Agora, que eleição que teve para eu escolher representante que eu não sei? 

Eu fiquei extremamente curiosa para saber o que rola em um encontro altamente desagradável como esse. Os caras vão lá, falam, falam e falam de atitudes que dificilmente um jogador vai vestir a carapuça. Dificilmente o jogador vai achar que é com ele. Porque na cabeça dele, o suor não é em vão. Aliás, quem sua nessa parada são os caras. Não são os torcedores.  Quem está no trabalho deles são os caras, que suam e são pagos, muito bem pagos, para suar.   Já imaginou alguém chegar no seu trabalho, falando que você não está fazendo nada direito, que bla bla bla bla. Vai ajudar pra caramba né?

Torcedor tem que cobrar em estádio. Em jogo. Na execução do serviço. Quando ele paga e fazendo o dever dele, pode fazer uso do direito dele. 

Você pode criticar alguma empresa de telefonia que você não paga pra fazer ligação? Você pode criticar um restaurante sem experimentar e nem pagar pela comida?  Você pode criticar um filme que não viu e nem pagou pra ver?

Todas as perguntas, você pode criticar, vivemos em uma democracia. Mas se pior que está não fica, porque você não pode ser mais um cara de pau nesse Brasilzão né não?



Comente:



2 comentários:

  1. Vc está certa.

    Acuar os jogadores em um vestiario não adiantará. O time precisa de tranquilidade.

    ResponderExcluir
  2. Realmente nenhum desses caras aí me representam, pois nao escolhi nenhum deles! Além do mais nao tenho nem ideia do que eles disseram realmente!
    E o pior é que se o Mengao começar a dar resultados - e eu torço por isso! - vai ser esses 10 torcedores acharem que foi por causa deles! De última!!!!

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.