A virada da minha vida!










A opção de assistir o jogo sozinha não foi fácil. Da tentação de ir a um casamento ao ímpeto de assistir o jogo no Maracanã, a escolha de assistir o jogo exatamente como eu vi o jogo contra o Inter e do Grêmio fora de casa parecia a que ia me fazer sofrer menos.

Eu não lembro de ter passado um jogo tão quieta. Quieta e incrédula de que o iríamos amarelar no principal jogo do ano. Incrédula porque iríamos perder sem ter dado o melhor que podíamos. Incrédula porque o povo, que pede o mundo de novo, não merecia tamanha apatia.

A verdade é que o Ríver jogou como nunca. Mas perdeu como sempre pra gente, na Libertadores.  E, caras, como é bom escrever esse PERDEU COMO SEMPRE. Você tem ideia de quantas vezes aconteceu isso conosco?

A emoção dessa rubro-negra aqui ao ver a virada da vida dela não encontra palavras para esse momento. A virada era improvável e só quem porta o CRF rubro negro entende que poderia acontecer. Eu sei disso, você sabe disso. Nada é mais Flamengo do que isso.

Aos jogadores que entraram para a história do Flamengo, parabéns. Aos torcedores parte de uma Nação que acredita no "JOGAREMOS JUNTOS PELA COPA ATE O FIM". Vocês participaram da virada da minha vida. Participaram da virada que se tornará referência para gerações Flamengas de que nada é impossível. E isso aí, É MUITO FLAMENGO! Nunca um ATÉ O FIM fez tanto sentido.

Comemora, rubro-negro. Nós estamos vivendo a história do Flamengo. E estamos sendo MUITO FELIZES!



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.