Copamos!






E no jogo mais importante do ano em campeonato Sul Americano (até mesmo porque ninguém achava que aquele jogo contra o San Lorenzo ia dar ruim), parece que o Flamengo entendeu que jogar bem não basta. Então, para maltratar nosso coração vermelho e preto e fazer jus ao nosso hino, ele jogou mal demais, deu chance para  azar mas, finalmente, aprendemos o significado, com o Flamengo, do que é "copar". E copamos. Lindamente. Com a base dando show. Com emoção. Com Vizeu sendo herói. Com César pegando penalti. Foi lindo.

Foi lindo e sofrido. E se sofrimento está atrelado a história do Flamengo, o que aconteceu ontem na Colômbia foi muita história. Daquelas para se lembrar para sempre. Lembrar que no ano que o Flamengo tinha mais dinheiro, quem resolveu foi a base. Que o goleiro mais improvável defendeu penalti. Que o artilheiro que ninguém levava fé colocou o Flamengo na final da Sul Americana. Vizeu marcou gol nos últimos 3 jogos eliminatórios do campeonato. Não é pouca coisa.

Não é pouca coisa o que vou comemorar. Me deixa. Se vexames não podem ser apagados do nosso ano, vitórias podem ser comemoradas. Eu vou comemorar. Vou comemorar a base fazendo a diferença, o nosso técnico ser um copeiro de marca maior e saber o caminho de títulos continentais. Vou deixar para me preocupar com nossos laterais e as atuações ruins de Everton Ribeiro e Diego depois. Depois que eu comemorar o que o nosso time teve de bom. Vamos pegar as coisas boas e curtir. Curtir o nosso Flamengo.

Vamos Flamengo. Vamos ser campeões, vamos Flamengo!





Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.