A gente precisou...



Não num passado tão longe, a gente precisou fazer tanta coisa, engolir tanto sapo, se motivar com tão pouco que, num momento histórico como esse, parece que a gente está exagerando na comemoração. Mas não estamos, não!

A gente precisou ir buscar destaque da serie que nunca frequentou porque o dinheiro era escasso. A gente precisou devolver jogador porque não podia pagar. A gente precisou respirar fundo e entender que, para se reconstruir e ter momentos que merecíamos, não poderia ser de elevador: tinha que ser degrau a degrau. A gente teve que, na marra, entender que um novo Flamengo teria que surgir.

Os degraus foram superados  e cada rubro negro que hoje sorri orgulhoso da imensa alegria que está vivendo sabe disso. Morro de orgulho desses degraus que a gente subiu. E, por isso, minha comemoração, que muitos acham exagero, tem o tamanho do meu orgulho.

A minha presença no maior BAILE que eu fui na minha vida não começou e nem terminou no dia 23. Eu precisei fazer upgrade de plano de amiga para ter meu lugar num evento que nem sabia como chegaria. Não tinha ideia do que ia acontecer no primeiro jogo. Não tinha ideia de como o Maracanã estaria no dia do jogo. Muito menos a minha vida. O que me moveu, durante esse tempo, foi a fé. A fé de que, com todo o amor que tenho dentro do meu peito pelo Flamengo, eu poderia quem sabe talvez, se desse sorte e o time estivesse num dia bom, viver uma coisa no Maracanã que nunca tinha vivido. Eu consegui.


Jamais esquecerei a sensação que tive após o quinto gol do Flamengo. A minha própria imagem, olhando e sorrindo "praquele" céu escuro, com os braços levantados vai ficar pra sempre guardada como um dos momentos mais felizes da minha vida. Eu tô com aquela alegria de quem viveu um dia que ainda vai ser contado durante muitos anos.

O baile que o Flamengo deu no Grêmio é para entrar na história. Não foi pouca coisa. Foi um esculacho. Um absurdo. No total, fez 10 gols em 180 minutos. Foi um gol a cada 18 minutos. Os de ontem, o VAR não tirou.

A competência, a seriedade, o comprometimento dos jogadores, o trabalho do departamento médico solidifica o momento de um clube que foi moldado para o sucesso, que vem para quebrar paradigmas. A gente precisou reaprender o que é o Flamengo para estar no lugar que o Flamengo merece. 

Vem aí a final da Libertadores e o Flamengo está querendo dar ao seu povo o que ele pede: o mundo de novo. Que assim seja.

Comemore, rubro-negro. Curta, se divirta e tenha a certeza que você faz parte desse sucesso. A gente está vivendo e fazendo história.

MENGOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!!!


O melhor investimento de 2019



Esquece bolsa de valores, rendimento em renda fixa ou variável.... O investimento que me deu mais retorno em 2019 foi a ação de comprar o pacote de ingressos do Flamengo para o Brasileirão.

Já era o dia mais feliz do meu ano. Na correria do nascimento do filho do meu irmão, lá estava eu comprando ingresso para o pacote de 11 jogos do Brasileirão com a esperança que me desse prioridade na compra de ingresso para a semifinal da Libertadores. Ledo engano. Para conseguir o ingresso da semifinal, eu tive que dividir o upgrade do plano de uma amiga. Mas sabe aquela coisa de escrever certo por linhas tortas? Pois bem, eu tô aproveitando demais essas linhas tortas que me levaram a escrita certa.

Nada tem sido mais festivo na minha vida do que as idas ao Maracanã ver o Flamengo. Como não sei se terei outra oportunidade na vida para aproveitar o que estamos vivendo, eu estou vivendo intensamente. Recomendo, inclusive.

Seguimos juntos na caminhada que temos que fazer para sermos campeões do Brasileiro. Quarta-feira tem uma parada para seguirmos em outra frente na Libertadores. Com calma e respeitos, vamos pra cima, Flamengo.

Aproveitem o Flamengo. Curtam e se divirtam!

Vitória épica


Contra o Athletico PR, já tinha sido uma vitória para qualquer rubro negro ficar  otimista com essa ponta da tabela mas a virada contra o Fortaleza...

A virada foi para rubro negro começar a fazer contagem regressiva para o título do brasileiro. Campo hostil, sem titulares importantíssimos, juiz dando pênalti surreal... tudo para desandar e perdermos pontos mas o Flamengo foi lá e venceu. 

Com gol do Gabigol e do Reinier, os 3 pontos contra o Fortaleza foram importantes demais! Valeu a pena não liberar o Reinier para o time da CBF e trazer o Gabigol com todo carinho depois da volta dos jogos do time do Tite. 

O Flamengo caminha a passos largos para o titulo do campeonato brasileiro. Quem viver, verá! 


VARcilou!


Embora o empate com o Grêmio, no Olímpico, numa semifinal de uma Libertadores, não seja um resultado ruim, duvido que tenha rubro-negro que esteja satisfeito com ele. O Flamengo amassou o Grêmio  e poderia ter saído do Olímpico com a classificação garantida, assim como foi com o Internacional no Maracanã. 

O personagem principal do jogo foi o VAR, independente da ruindade do juiz, que não expulsou o jogador do Grêmio numa falta criminosa em cima do Gerson, que foi o melhor em  campo, junto com Diego Alves. Foi o VAR quem viu falta do Gabigol no gol do Everton Ribeiro, marcou impedimento (?) num  gol do Gabigol e sequer revisou a falta no Filipe Luís, que inclusive o tirou do jogo, na jogada que deu origem ao gol do empate do Grêmio. 

Sobre o gol do Grêmio, a gente pode falar da falta no Filipe Luis, pode falar que não se aplica vantagem numa situação que o jogador perde a bola em seguida, pode falar que o Everton Ribeiro vacilou, que o Piris da Mota deveria ter feito a falta... São tantas coisas que o gol do empate do Grêmio ensinou que espero que as lições tenham sido aprendidas. A maior delas, bem lembrou o Fabio Gil no twitter, veio do Luxemburgo: em Libertadores  não tem fairplay. Foi assim que o Grêmio conseguiu se manter vivo num jogo que não jogou nada. 

O assistente do Renato Gaúcho vai  ter que estudar muito para oferecer soluções ao chefe, que tomou um banho tático do português que ele desdenhou em entrevista. Se o que eu vi ontem não foi o melhor futebol do Brasil amassando o Grêmio, eu desaprendi o que é futebol. 

Dia 23 de outubro tem a volta, com o Maracanã cheio. Vai ser muito legal. Vamos levar o Flamengo para a classificação. Temos total condições disso. 

Sem vacilo, Mengão. Pra cima deles!