Argentinos: Bota é um dos 13 mais azarados









Há coisas que só acontecem com o Botafogo", certo? Errado. A revista argentina "El Gráfico" de dezembro fez uma lista com os 13 (número escolhido a dedo) clubes mais azarados do futebol mundial e mostra que outros times também têm fama de amaldiçoados. O Alvinegro carioca, claro, está na relação, em sexto lugar.

Para a "El Gráfico", Torino (Itália), Racing (Argentina), Genoa (Itália), Atlas (México) e Feyenoord (Holanda) estão na frente do Botafogo no ranking dos "times sem sorte".

No texto sobre o Alvinegro, a revista lembra que o clube foi a base da seleção brasileira por muitos anos, com craques como Garrincha, Nilton Santos, Didi, Zagallo e Jairizinho, e que ficou em 12º lugar na lista dos maiores do século da Fifa.

Reprodução
Reprodução
Revista publica foto do Botafogo com Garrincha: clube é o sexto da lista

Porém, a "El Gráfico" diz que o Botafogo "jamais conseguiu traduzir seu reinado em nível local, perdeu seu estádio por falta de pagamento e quando o recuperou a sede havia sido demolida". O texto afirma que o time ficou "31 anos sem ser campeão", quando na verdade foram 21 anos.

Para terminar, os argentinos não poderiam esquecer da última "maldição" botafoguense: a eliminação para o River Plate na Copa Sul-Americana, em uma derrota traumática para os alvinegros em Buenos Aires. "A incrível eliminação foi só mais uma de uma série feitos azarados, que incluem o rebaixamento em 2002".

 

 Confira a relação da "El Gráfico", com trechos das explicações:

 

1 - Torino

"Nos anos 40, chegou a ter o melhor time do mundo: havia vencido cinco títulos consecutivos, até que em 4 de maio de 1949 o avião com a equipe caiu. Todos os jogadores e membros da comissão técnica morreram. (...) No meio dos anos 60, o surgimento de Gigi Meroni colocou o Torino novamente no topo. Porém, aos 24 anos, Meroni morreu atropelado. Quem dirigia o carro que o acertou era um torcedor fanático do clube."

 

2 - Racing

"Apelou a manifestações religiosas para espantar os espíritos maus, seu estádio virou depósito de batatas, foi à falência, tornou-se o primeiro grande a virar empresa e teve que ouvir gritos dos rivais como 'a esta empresa temos que vencer'. E o sagrado dia que voltou a ser campeão após 35 anos, coincidiu com a pior crise da história argentina e o feito passou quase despercebido."

 

3 - Genoa

"A venda de Meroni ao Torino provocou um trauma: muitos torcedores que haviam arrecadado dinheiro para manter o craque se sentiram traídos. Um deles foi Paolo Mantovani, que em 70 comprou o rival Sampdoria e o levou aos títulos da Copa da Itália, da Recopa Européia e do Italiano em 91."

 

4 - Atlas

"Foi o primeiro campeão do estado de Jalisco, em 1951. Seus torcedores jamais imaginavam que seria o último título. E que o rival de Guadalajara, Chivas, se tornaria o maior campeão do México, com 11 títulos."

 

5 - Feyenoord

"Em uma liga que só tem três grandes, o Feyenoord é o mais sofrido. Teve o auge nos anos 60 e chegou a vencer a Copa dos Campeões nos 70, mas viu imediatamente seu brilho acabar com o surgimento do Ajax de Cruyff. (...) O clube não ganha um título nacional desde 1999 e só venceu três vezes nos últimos 32 anos. Esta é a primeira temporada em 16 anos que não conseguiu vaga em torneios europeus."

 

6 - Botafogo

"Base da seleção brasileira com Garrincha, Nilton Santos, Zagallo, Jairzinho ou Didia, jamais conseguiu traduzir seu reinado em nível local, perdeu seu estádio por falta de pagamento e quando o recuperou a sede havia sido demolida."

 

7 - Gimnasia y Esgrima

"O clube nunca ganhou um campeonato bom em 76 anos de profissionalismo, enquanto o seu rival de La Plata, Estudiantes, tem quatro. E mais: o Estudiantes venceu três Libertadores (mais que River Plate, Racing e San Lorenzo), um Mundial e uma Interamericana. Cinco copas internacionais contra nenhuma do Gimnasia. (...) Para piorar, o Gimnasia deixou escapar cinco campeonatos que tinha na mão, em 33, 95, 96 e 2005."

 

8 - América de Cali

"Jogou quatro finais de Libertadores, perdeu as quatro. Atlético Nacional e Once Caldas foram campeões da América em sua primeira decisão."

 

9 - Schalke 04

"Há 49 anos o clube não é campeão e ainda deixou escapar três vezes o título na última rodada, depois de ter liderado quase o campeonato todo: 1972, 2001 e 2007. O de 2001 foi o pior, pois o Bayern conquistou a taça no quarto minuto de acréscimo, quando o Schalke já comemorava em campo."

 

10 - Tottenham

"Batizado originalmente como Hotspur, em homenagem a um personagem de Shakespeare, sua história tem muito de tragédia. Primeiro clube inglês a ganhar um torneio europeu (Recopa, 63), teve sua última glória com a Copa da Inglaterra em 81 e 82. (...) Não ganha o título inglês desde 61!"

 

11 - Atlético de Madri

"Conquistou um Espanhol nos últimos 30. Enquanto isso, o Real Madrid venceu 13. Acumula 12 anos sem levantar a Copa do Rei, tendo perdido a final duas vezes nesse período. É o único grande que foi rebaixado (99/2000)."

 

12 - Universidad de Chile

 "Colo Colo e "La U" são os mais populares do Chile. Há que se comparar quando um ficou 25 anos sem título (69 a 94, incluindo rebaixamento) e o outro apenas sete, sem jamais ter caído."

 

13 - Paris Saint-Germain

"Um time sem muita sorte desde seu começo, em 1904. (...) Em 1970 uniu-se ao Paris FC e teve que recomeçar da Terceira Divisão. Ganhou só dois títulos em sua história, o último em 1994, apesar de ter tido craques como Fontaine, Weah, Raí e Ronaldinho. (...) Até aprendeu a perder com estilo."



Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.