Boicote contra o Jorginho ou mérito do Jayme?





Quando eu vi a escalação do time do Flamengo contra o Criciúma, a primeira impressão que tive foi que o técnico queria ser gato mestre. Se desse errado, continuaria a mesma energia que estava. Se desse certo, teria um clamor pela sua permanência, além de acontecer uma coisa que não houve com o Jorginho: a vitória.

Mas vamos direto ao assunto: não acho que houve boicote ao Jorginho.  Não acho que os jogadores deixaram de correr nas outras partidas e não faltava empenho a eles. Faltava organização e, por mais de uma vez, falei aqui no blog o quanto o Jorginho estava perdido.

Porém, o Jaime fez o básico no futebol. E, é claro, tem mais responsabilidade na vitória do que qualquer pseudoboicote que teve com o Jorginho. Alguns fatos na partida mostram isso:

1 - Tirou o zagueiro que vinha falhando nos jogos, que era o Renato Santos e colou o Samir que foi muito bem. Fez o que muito técnico não faz, com a velha história de "dar moral" a quem falha.

2 - Tirou o Luiz Antônio que não é o primeiro homem de meio de campo e colocou um especialista, que estreou no time do Flamengo hoje, o Diego Silva.

3 - Léo Moura jogou a melhor partida dele no ano. Parece que assumiu, junto com o Felipe, a liderança do grupo. Conta aí quantas vezes o Léo foi na linha de fundo hoje.

4 - Gabriel jogou uma partida que toda a Nação quer que o 10 jogue. E não correu mais nem menos que nas outras partidas. Simplesmente hoje foi o dia

5 - Flamengo jogou com um a mais a maior parte do jogo e soube aproveitar isso, com um jogo organizado de toque de bola e jogando pelas laterais.

Cinco itens que se não mostram que não houve boicote, pelo menos faz a galera pensar mais sobre esse assunto. Até mesmo porque, se entrarmos numa que quase todo treinador que é demitido e o time ganha o jogo seguinte é pq o time boicotou, o futebol vai se transformar numa grande máfia entre os jogadores.

Jorginho não encaixou, não organizou o time, não se encontrou, não fez um bom trabalho.  Jaime encaixou, acertou nas substituições e ainda teve a sorte de jogar com um a mais.

Mérito do Jaime, bola dentro. Nada mais, nada menos!


Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.