Ei, você aí! Me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí!





Elitizaram o Mengão! Se ainda não elitizaram, estão a passos largos para isso. Que dó, que dó!

Para um time que é considerado o time do povo, onde mulambos são a maioria, formam a base da pirâmide, e o termo favela, que é o lugar onde os menos abastardos financeiramente vivem, é usado para designá-lo, o que está acontecendo é realmente para descaracterizar o Flamengo de anos e anos. Não sei se isso é bom ou ruim. Mas uma coisa é fato: o Flamengo só é a potência que é hoje porque no passado foi o que foi, o time do povo, da favela!

Primeiro foi a falta de sensibilidade para abaixar o preço dos ingressos em jogos pouco atrativos no estadual. Depois, foi o ingresso na semifinal do Carioca a módicos R$ 80,00, quase uma pechincha, principalmente para quem vai com a família para o estádio. E, por último, o aumento do valor do preço de compra dos títulos patrimonial e proprietário do Clube de Regatas do Flamengo.

Durante o primeiro turno do Campeonato Carioca, a torcida do Flamengo deu avisos repetidos de que o preço de R$ 40,00 por ingresso a cada jogo é prejudicial. Mesmo com a meia-entrada a R$ 20,00, jogos e mais jogos tiveram o mosaico azul (será que os smurfs gostam da homengaem a eles?) que a nossa torcida cansou de sacanear o Flamengo. Não consigo entender porque esse Flamengo que está aí, o da Chapa Azul que diz que é vermelha e Preta, prefere que o time jogue sem torcida do que com a torcida pagando pouco. Não sei se é questão de aluguel de espaço, manutenção de ingressos, acordo com a televisão para ela não perder a audiência, preguiça de se movimentar para promover os jogos de uma forma decente.. Procuro entender, mas está dificil...

O caso do preço do ingresso a R$ 80,00, já debati aqui no blog e não serei repetitiva. Dê uma lida nesse post. Mas repito: o Flamengo sem a torcida, que está afastada dos estádios, é um Botafogo com títulos no passado.

Como se não bastasse o ingresso caro, afastando a galera do estádio, ontem saiu a notícia que o Flamengo aumentou o valor da aquisição dos titulos patrimonial e proprietário. A medida, segundo o site oficial, é para valorizar o título de sócio. Valorizar o clube que é bom, com piscinas funcionando, quadras de tênis com luzes acesas e não apagadas quando os sócios querem bater uma bolinha que é bom, nada né? Não me venha com a ladainha que a diretoria pegou o clube quebrado da Patricia Amorim porque isso não tem a ver com o aumento do preço do título que estou colocando em questão. Se fosse por isso, o valor tinha que cair e não aumentar. Ou você acha que o Flamengo, hoje, pode ser comparado ao Piraquê, Caiçaras? A mesmas pessoas que estão na diretoria hoje usavam esse argumento na época da eleição presidencial. E estou usando-o agora. Simples assim!  Antes de ler a justificativa esdrúxula de que o Flamengo está valorizando o associado do clube e que eles não sofriam qualquer correção há nove anos (desde 2004), eu acreditei que tal medida tinha sido tomada por causa do algum limite para receber pessoas no espaço físico do clube. Ledo engano!

Vamos aguardar agora o aumento das mensalidades das modalidades de sócios e o preço módico do Manto Adidas.

É uma pena o Flamengo estar caminhando para longe do mulambo e do favelado, que formam a base da pirâmide. Pirâmide que tem a base invertida, certamente não suporta muito tempo em pé. E isso, eu confesso, é o que não quero para o Flamengo!



Comente:



Um comentário:

  1. Canso de ver camisas do Flamengo com torcedores pelas ruas que não vejo nas lojas do Mengão e penso em quanto o Clube Regatas Flamengo deixa de ganhar com isso, pois os valores cobrados são muito caros e as que não são vendidas nas lojas são baratas e por isso mais vendidas. Já canse de informar que se cobram caro só a elite compra e se vender mais barato, com lucro menor, tanto a elite quanto a mulambada vão comprar. @MSOIV

    ResponderExcluir

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.