Migonianas: Flamengo, devagar com o andor, ôôô, porque o santo é de barro...




Mais uma coluna do Pedro Migão... E no PS, o assunto da próxima coluna, que promete provocar bastante discussão! Vamos à ela:

Alexandre Vidal - Fla Imagem


"Brasil devagar com o andor ... ôôô

Porque o santo é de barro"


Os versos do samba da Unidos da Tijuca de 1983 - abaixo, no vídeo - são bem uma mostra do que é o quadro atual do Flamengo nesta temporada de 2013. O time que até um mês atrás era fraco, de repente se tornou um esquadrão. Contudo, nem tanto ao mar, nem tanto à terra, caro leitor.

É inegável que a nova diretoria, em que pesem alguns equívocos pontuais, vem fazendo um trabalho inicial bastante promissor. Há um trabalho bastante interessante de reescalonamento de dívidas, que apesar do sufoco inicial já permitirá em um futuro próximo obter a certidão negativa de débitos junto ao Governo Federal. Há também a busca por patrocínios sendo feita de forma mais profissional. Embora pessoalmente tenha achado o contrato com a Peugeot bastante aquém do ideal, porém entendida em um contexto de asfixia financeira.

No futebol, a já citada asfixia impediu a busca por reforços de peso. Se fez uma parceria informal com o empresário Carlos Leite, que trouxe jogadores como Carlos Eduardo e Elias - mas também o limitadíssimo Wallace, que mal chegou e surpreendentemente se tornou titular absoluto apesar de, em minha opinião, ser o pior zagueiro do elenco.

Esta parceria também incluía, me parece, a contratação do treinador Mano Menezes; contudo Dorival Junior, ainda que tendo sido forçado a se demitir, não abriu mão da multa rescisória se fosse demitido e isto acabou travando a contratação.

O treinador lançou alguns garotos para o Estadual, campeonato que, já sabemos, possui um nível técnico bastante fraco. A ideia era de que eles "guardassem o lugar" para os reforços contratados posteriormente e para medalhões como Renato Abreu, que estenderam a sua pré temporada.

Entretanto, para surpresa de muitos - inclusive deste escriba - o time "deu liga" e, também auxiliado pela fragilidade dos adversários, termina a fase preliminar da Taça Guanabara com sete vitórias e um empate em oito jogos, tendo a vantagem do empate na fase decisiva.

Tudo vem dando certo. Felipe voltou a uma boa fase, a zaga até agora não compromete - apesar de Wallace - o meio campo sem Renato Abreu e Cleber Santana juntos ganhou mais mobilidade e Hernane, jogador limitado, desandou a fazer gol de tudo quanto foi jeito.

E dentro da tradição flamenga, o ufanismo corre a todo vapor nas redes sociais e reais. Temos um esquadrão, o time para o Brasileiro é esse, Dorival é gênio, Rafinha é o novo Neymar, Hernane é o filho de Nunes, já somos campeões cariocas e que tal.

Peraí, caro leitor: devagar com o andor que o santo é de barro.

Ganhamos sete em oito incluindo dois clássicos? Sim. Mas basta lembrar que os jogos contra Vasco (que está com um time tecnicamente muito fraco, aliás) e Botafogo foram bastante equilibrados e decididos na maior eficiência dos nossos jogadores nas finalizações. O elenco continua com sérias carências, embora alguns dos garotos lançados tenham correspondido plenamente - em especial Rafinha e Rodolfo. O time em si sem dúvida "encaixou", mas já se fala na volta de Renato Abreu ao onze titular, o que deixaria o meio de campo sem a pegada demonstrada e com a mesma lentidão leniente de 2012.

Vale lembrar, também, que a característica dada neste 2013 foi a de um time que se sente mais à vontade contra atacando que partindo pra cima - e neste ponto a vantagem do empate conquistada pode ser interessante.

Preocupa-me, também, o fato de que Leo Moura tem demonstrado não ter mais condição física para atuar como lateral. Com isso a grande promessa Rafinha fica sacrificada, pois tem de fechar a avenida deixada pelo capitão em idade provecta. O pior de tudo: ele não tem reserva para a lateral direita.

A diretoria também não pode embarcar neste ufanismo e achar que para o Brasileiro o time é esse. Os Estaduais não medem nada, ainda mais o inchado Carioca com seus 16 times e pequenos muito fracos. O elenco e o time titular precisam ser reforçados se o Flamengo quiser fazer um papel digno na principal competição nacional - e maior objetivo este ano. Sabe-se das limitações financeiras, mas até maio o trabalho de marketing deverá gerar novas receitas, bem como o escalonamento de dívidas deverá dar alguma folga orçamentária.

Basta uma derrota nesta fase decisiva para que o mar de tranquilidade em que o clube navega volte a ser o caldeirão anterior. Além disso o técnico Dorival Júnior sabe que tem a sombra constante de Mano Menezes, empresariado pelo parceiro Carlos Leite e amigo do gerente de futebol Paulo Pelaipe. Ou seja, ao primeiro deslize o cargo dele estará ameaçado.

Apesar das ressalvas pontuais que faço neste artigo, é inegável que este início de gestão é bastante superior ao previsto, tanto dentro, como fora de campo. E deve-se saudar o garoto Rafinha, que além de ser bom de bola parece ter uma cabeça muito centrada. Se continuar assim, irá longe. Rodolfo também parece ter potencial, embora não desponte como um craque - mas possui muitas qualidades. E rezemos para que Wallace não falhe na hora mais crucial - porque mais ou cedo ou mais tarde ele vai entregar: perguntem à torcida do Corínthians.

E que venha o Botafogo!

P.S. - será o tema de minha próxima coluna (pois esta já estava pronta) mas é com tristeza que percebo como o Flamengo, 100 anos depois, caminha de volta em direção à elite abastada e branca da Zona Sul do Rio e vira as costas para o povo que sempre lhe deu sustentáculo.

Samba da Unidos da Tijuca

O freguês ali na frente

O freguês ali na frente

Depois da irretocável campanha do Flamengo na Taça Guanabara, que terminou com uma vitória contra o Olaria com uma bela atuação de Renato Abreu, eis que ficou definido que nosso adversário na semifinal da Taça Guanabara será o Botafogo, freguês de tantos outros carnavais.  Por ter a melhor campanha de todos os times nesse inicio de ano, o Flamengo tem a vantagem do empate na semifinal e na final, se passarmos pelo Botafogo.

Tirando 2010, que foi um ano atípico, por todos os acontecimentos e pela presidente Iceberg que tínhamos, o Flamengo não treme para o Botafogo. E, sinceramente, com o time que o Botafogo tem e com o futebol que está apresentando, não pode nem tremer, nem temer. Não se trata de desmerecer o adversário, nem acreditar que clássico não tem favorito. O Botafogo tem que jogar uma partida sensacional, como não jogou esse ano ainda, e o Flamengo tem que jogar uma partida muito ruim, como não jogou esse ano. São dois fatos que tem que acontecer juntos para o Botafogo ganhar do Flamengo. Se eles acontecerem separadamente, o Flamengo ganha.

Enquanto o Flamengo tem o padrão de jogo definido, com jogadores equilibrados em todos os setores, o Botafogo vem com os zagueiros inconstantes, meio de campo com o Seedorf tendo dificuldade para criar e um atacante, um garoto que era esperança alvi negra perdendo gol atrás de gol. E não me venha com história que eles vão desabrochar conosco, que o Flamengo vai consagrar Bruno Mendes e que o Jefferson vai pegar bola. Não vão. Quem desabrocha é flor, Bruno Mendes está em péssima fase técnica e Jefferson não é mais o goleiro do time da CBF. Hernane Brocador vem aí e o bicho vai pegar!

Temos um freguês pela frente, somos o melhor time do campeonato, próximo final de semana é o Natal Rubro Negro e iremos para a final da Taça Guanabara!

É acreditar, torcer e confirmar! Vamos pra cima deles!

Roby Porto narrando jogo do Flamengo: Até quando?

Roby Porto narrando jogo do Flamengo: Até quando?

Flamengo jogou com o Brasilia pela NBB 5. Perdeu. Resultado que não é anormal pelo time que o Brasilia é e pela festa que a torcida fez. A torcida do Brasilia aprendeu que bonito é usar a voz para incentivar e não a violência para intimidar. Palmas à ela.

De uma olhada no que foi o jogo

O jogo foi normal, com altos e baixos, mas é uma pena que, de um tempo para cá, os jogos do Flamengo, quando passam na TV, para mim só funciona com imagem. Eu não aguento a voz do Roby Porto, a sua narração com comentários, nem a torcida contra do Roby Porto.  E não é impressão. Muitos outros rubro negros que acompanham o Fla Basquete acham a mesma coisa.

Por isso, há um tempo, tomei uma decisão: é mute na TV! Com a narração do Roby Porto, é no MUTE. Sem som. Comigo e com um monte de gente, Sportv perde com a publicidade no meio do jogo, perde em audiência sonora e perde em credibilidade também. Ao insistir com o Roby Porto em jogos de basquete do Flamengo, perde em qualidade.  A qualidade que o Sportv teria com os comentários do Byra Bello, que foi meu professor na faculdade, perde com o Roby Porto. Dificil encontrar alguém que entenda tanto de basquete quanto o Byra, um profissional capacitado e que gosta do que faz. Mas do que adianta investir num profissional desse gabarito, se o narrador estraga tudo?

Não tenho a ilusão de que o Roby Porto não vai narrar jogos do Flamengo por causa de protestos de rubro negros que gostam de basquete (população pequena?).

Mas que é MUITO RUIM o jogo do Flamengo no mudo e que eu merecia coisa melhor... Ah, eu merecia!

Mundo Flamengo: Pedrada Rubro Negra

Mundo Flamengo: Pedrada Rubro Negra


Conheci o Pedrada Rubro Negra depois da indicação de um texto de um cara que fazia críticas veementes a administração da Patricia Amorim. Isso pode parecer fácil agora, mas na época que eu conheci o blog, não o era. Na época, ainda estávamos naquele chove não molha, com as muitas coisas ruins enxergadas e ditas por poucos.  E o Pedrada, ou o Herin, ou seus colaboradores, eram um desses poucos que falavam, citando exemplos e rasgando o verbo para quem quisesse ler, seja no blog ou nas redes sociais.

O Pedrada Rubro Negra, mais do que ter a Pedrada no seu nome, tem no seu texto também. A cada texto, a cada parágrafo, muitas vezes, é como se a gente tivesse levando uma pedrada, que nos faz pensar.

Foi implacável com suas críticas a administração, que se revelou caótica, da Patricia Amorim, falando da sua insatisfação sempre com fatos do cotidiano do clube. Política, gestão, administração e rubro negrismo entrelaçados com uma ótima escrita faz a qualidade deste blog ser superior a muitos outros.

Se tivesse que definir com uma só palavra o blog, usaria "coragem".

Acesse o Pedrada Rubro Negra e tenha uma visão que pode ser diferente da sua!


A eficiência do Elias a serviço do Flamengo

A eficiência do Elias a serviço do Flamengo


Ele chegou quase despercebido, numa contratação que, embora tenha sido falada, muita gente não levava fé. Não levava fé porque estava em baixa em Portugal, por causa do passado corinthiano e porque não era uma posição carente no então elenco do Flamengo que estava se formando para 2013.

O Elias, que começou sua carreira no Palmeiras, mas foi dispensado, foi campeão pelo Corinthians e ganhou premio de melhor jogador da sua posição no Campeontato brasileiro de 2010.

No esquema que o Dorival tem mandado a campo, Elias vem jogando como um segundo homem, um pouco a frente do Cáceres (ou Amaral) e, por incrviel que pareça, desde que ele estreiou, tem dado uma qualidade excelente ao meio de campo do Flamengo. Basta lembrar os primeiros jogos do Flamengo no Carioca e os últimos. É claro que o entrosamento do time conta nessa melhora, mas com o Elias em campo, até o Ibson voltou a ter boas atuações.

Elias não aparece para a torcida do Flamengo e parece, para quem é desatento, que não está em campo. Mas a regularidade que ele tem e a tranquilidade com que está jogando faz do Flamengo um time melhor. 

A eficiência, quase que silenciosa dele, está fazendo um bem ao Flamengo muito maior que se possa imaginar!




#Lulucast 113 - Hernunes canelada




Não teve pra Seedorf, com Ibshow (dessa vez é sério) e Hernunes mandando um gol de canela e mais artilheiro do que nunca, o Flamengo venceu o Faísca por 1x0, conquistou o primeiro lugar e agora tem a vantagem do empate tanto na semi quanto na final da TG.

Com @NivinhaFla, @Cissa_Morena, e @DaniSouto, o #Lulucast falou do jogo contra o Foguinho, FlaBasquete, Zico60anos.

Assiste aí:



#Lulucast disponível nos blogs:


Quando a reticência se faz necessária!

Quando a reticência se faz necessária!


Clássico é clássico.  E jogo contra o Botafogo, embora muita gente insista que é ele é time pequeno, é clássico. A torcida é maior, o engajamento é maior e a procura também é maior. E como o Mengão vem muito bem no Carioca de 2013, o que importou nesse jogo foi a reticência: os três pontinhos!

E no jogo de ontem, deu dó de quem chegou 10 minutos atrasado (by Cris Marassi). Sim, o jogo aconteceu, praticamente nesses 10 minutos iniciais, com o gol do Flamengo e bons ataques de ambos os lados.

Botafogo deu azar porque não fez o gol... Marcio Azevedo está sonhando com o Rafinha... Osvaldo de Oliveira escalou mal o Botafogo...

Flamengo perdeu muita chances de gol... Rodolfo perdeu um gol feito... Hernane fez o gol de canela... Gonzalez fez a melhor partida dele no Flamengo...

Eu poderia descrever outros fatos que ocorreu no jogo embora isso tudo aí em cima tenha sido importante. Além de caracterizar o jogo, cada frase dessa pode ser transformar em assunto para inúmeros outros posts para falar desse mesmo jogo.

Olha as atuações dos nossos jogadores

Com o Flamengo jogando no contra ataque, quase deu mole pro azar. E o azar se chama mesmo Botafogo. Aquela bola do Felipe Gabriel, logo depois do gol do Flamengo ter batido na trave, caprichosamente, mostra isso. Sorte nossa.  Tivemos a estreia do Carlos Eduardo, que promete ser o grande reforço desse inicio de ano do Flamengo. Só promete porque quem está jogando muitissimo bem há alguns jogos é o Elias, que fez até o Ibson melhorar o desempenho. Pena que continua com a mesma ansiedade de correr para um lado pro outro sem objetividade.

http://www.flamengo.com.br/site/upload/galeria/fotos/20130217220741_574.jpg

Seguimos invictos, com o técnico com o elenco na mão e a torcida voltando a abraçar o time, tendo inclusive instituindo uma musiquinha nova para virar hit na arquibancada.

Noticias do Jogo:

Videos do Jogo:

Fotos do Jogo:

Nosso próximo adversário é o Olaria, sábado!  Quero mais reticência, quero mais três pontinhos!

Vamos para cima deles, Mengo!

Fantasmas no Flamengo: vão varrer a sujeira para debaixo do tapete?

Fantasmas no Flamengo: vão varrer a sujeira para debaixo do tapete?



Eita que o carnaval parecia que ia ser quieto, mas não! Estorou em alguns sites a noticia de que mais de 20 demissões foram feitas de funcionários fantasmas dentro do Flamengo. Como se não bastasse usar a câmara de vereadores para empregar gente que não trabalhava, Patrícia Amorim utilizava o clube que ela tanto ama e que lhe deu status, para empregar sabe-se lá quem!

Parece que além de fazer essas 20 demissões, de pessoas que recebem mas não trabalham, demitiram cerca de três funcionários do departamento pessoal que supostamente eram ligados à essas contratações. Mas a busca não acabou, pois há suspeitas que tem mais funcionário gasparzinho pela Gávea.

O clube também teria acionado o escritório Bosisio Advogados, especializado em área trabalhista, para orientar no procedimento da demissão de acordo com as provas recolhidas por meio de documentos. Assim sendo, espera-se que o pagamento de tributos ou direitos para essas pessoas seja mínimo ou nenhum.

Embora os nomes dos envolvidos estejam sendo omitidos, as pessoas que fazem o Flamengo de hoje não querer ir atrás de punição para quem fez isso é inaceitável. Se essas pessoas recebem dinheiro do Flamengo, é porque alguém as contratou. Se alguém as contratou e não as botou para trabalhar, algum interesse tem. Que interesse é esse? Por que elas recebiam e não trabalhavam?

Averiguar, descobrir e punir não só quem recebe o dinheiro mas quem as colocou para receber faz parte do resgate da confiança junto ao mercado. Afinal de contas, do que vale a casa estar bonita por fora, se a sujeira que se tem dentro de casa é varrida para debaixo do tapete? Aliás, qual seria o interesse desse suposto novo Flamengo de varrer essa sujeira para debaixo do tapete sem revelar e nem punir que fez isso? Estranho, muito estranho! 

Meia limpeza não deixa a casa limpa. Assim como meia verdade não me satisfaz, nem traz confiança de volta!

Deixa de bobeira, deixa de bobagiiii... Já virou, sacanagiiii!




Segunda goleada de 2013 e nem chegamos no Carnaval ainda. Esse time vai me acostumar mal. Aí, durante o ano, vai ter que manter esse nível. Vai ter que, literalmente, se virar nos 30! Hehehehe!

Depois dos dois gols do Hernane, de puro oportunismo, artilheiro do campeonato, tem alguém de se lembra do Vagner Amorim Love? Depois das assistências e do golaço-aço-aço de ontem, tem alguém que não ache o Rafinha melhor que Neymar? Ah, como é bom partir pro carnaval com vitórias em campo, só para eu ter aonde exemplificar, comentar e zoar toda esse povo que insiste em não aceitar a mais verdadeira das afirmações: Mengão é um espetáculo!

O jogo de ontem, depois de 4 gols e jogando com velocidade, com o mínimo de esquema e comprometimento de quem está em campo, é para fazer rir o mais pessimista dos rubro negros. O que era um amontoado de jogadores começa a se organizar para dar muitas alegrias a rubro negrada, ainda em 2013. Que São Judas esteja conosco nessa caminhada!

Vamos as notas do jogo de ontem:


Videos do jogo de ontem:

Fotos do jogo de ontem:
Depois do Rafinha providenciar o carnaval rubro negro, é hora da rubro negrada aproveitar com moderação, colocar o bloco na rua e ser feliz.  Até porque o Flamengo de 2013, por enquanto, é só alegria!

Bom carnaval, aproveite e vamos rumo à vitória, dia 17 de fevereiro, contra o Bostafogo, nosso próximo adversário!

Definitivamente, é o meu maior prazer, vê-lo brilhar!

Lulucast #112 - Novo bloco Rubro Negro: Vem ni mim que eu tô Rafinha!




Em mais uma goleada de lavar a alma da rubro negrada, com direto a golaço do Rafinha, dois gols do Hernane e nosso técnico expulso, o FlaMengo continua invIcto no Carioca 2013!

Com @NivinhaFla, @Cissa_Morena, @DaniSouto e a Claudinha Simas como convidada, o #Lulucast 112 falou da goleada em cima do Friburguense, atuação do Fla Basquete, da inutilização da piscina da Gávea e nosso próximo jogo, contra o Botafogo!

Assiste aí:




#Lulucast disponível nos blogs:


A razão do Mattheus

A razão do Mattheus
http://odia.ig.com.br/polopoly_fs/1.451231!/image/image.jpg_gen/derivatives/landscape_575/image.jpg

Esse disse me disse envolvendo o Mattheus ainda vai longe. Mas eu espero que não!

Vamos recapitular a história:

Mattheus tem 18 anos, no fim do ano encerra o seu contrato e ele ganha de salário R$ 2.500,00 ( informação do seu empresário). A partir de junho já pode assinar um pré-contrato com qualquer outro time. A Juventus, da Itália, tem interesse em adquiri-lo. No fim do ano, sai de graça para os italianos. Agora, os italianos podem pagar alguma coisa para o Flamengo, que tem 80% do passe. Os outros 20% são do proprio jogador, que abre mão desse valor para ser negociado. Mattheus diz que não foi valorizado pelo Flamengo na gestão passada, quando quis renovar o contrato e não foi procurado. Flamengo faz jogo duro com a negociação porque quer a renovação do contrato com uma "jóia".

Mattheus tem razão. Enquanto ele ganhasa R$ 2.500,00, teve que aturar um quarto goleiro, vindo da base do Flamengo, ganhando quase 18 x mais. O Marcelo Carne, dispensado e que saiu falando mal do clube em Rede Social, ganhava em torno de R$ 20 mil. Basta dar uma procurada no Google para se certificar. Eu, no lugar do Mattheus, ficaria danada do juizo. Agora que eu tenho a faca e o queijo na mão, por que abriria mão da "minha razão"? A não valorização do Mattheus, se a história contada na imprensa não for mentira (e não acredito que seja) é mais um pecado da administração da Patricia Amorim. Mais um sapo que a administração do Eduardo Bandeira de Mello terá que engolir.

Para não engolir mais um sapo, ou pelo menos esse, o Flamengo de hoje luta com o que tem. Propôs a renovação com Mattheus (que deveria ter sido feita no passado pra evitar o que está acontecendo agora), dificultou a saída para a Juventus, endureceu com o garoto em treinamento e afastamento do time, está tendo reuniões com a empresa que cuida dos interesses do jogador e vez ou outra tem sempre alguém falando o quanto conta com ele para 2013. 

Para ser o jogador que é hoje, o Flamengo investiu dinheiro no Mattheus. E a possibilidade de ver esse investimento não valer tanto quanto acha que poderia, está fazendo o Flamengo de hoje ir atrás do que o Flamengo de ontem não foi.  Resta saber se Mattheus dará chance para o Flamengo de hoje.

Não tiro a razão do Mattheus, embora ache que ele não mostrou nos profissionais do Flamengo o quanto ele joga. Sair agora, para o exterior, pelo preço que está se especulando, é acreditar de menos num futebol que muitos rubro negros acreditam demais.

Seja como for, que Mattheus não leve a sua história ao mesmo nível que foi a história do pai dele com o Flamengo. É só o que eu torço!

Seja bem-vindo de volta, Zico!






Desculpa para quem está esperando uma análise do jogo contra o Nova Iguaçu.

Eu poderia analisar da estreia do Wallace, falar de como o João Paulo parece que veio mesmo pra ficar, escrever como o menino Rodolfo entrou bem no meio do jogo, de como o Hernane é oportunista. Poderia falar, inclusive, que vejo o time do Flamengo começando a pegar formato de time de futebol, com ênfase no contra ataque e muitas vezes pressionando o adversário no campo de defesa deles. Os três pontos de ontem, qu veio num gol chorado do Hernane foi importante, sem dúvidas. Mas o mais importante, para mim, foi ter visto o Zico, o Deus, de volta ao estádio para ver um jogo do Flamengo.

Já durante a semana passada, Zico esteve na Gávea para gravar videos e tirar fotos para a campanha "Zico 60 anos", que promete fazer uma festa imensa para comemorar os 60 anos do Rei, o Natal Rubro Negro! Desta vez, Zico foi ao Engenhão participar de uma "chamada" para sua festa. Assistiu o jogo no camarote, com filhos e netos. Alías, o jogador que entrou em campo com os netos do Zico foi o Rafinha. Percebeu a moral que o menino Rafinha tem com o Rei né?

Muito bom ver o Zico voltando ao lugar que nunca deveria ter se ausentado: da torcida do Flamengo. Seus súditos, e eu sou uma delas, agradecem!

Vamos as notas:



Veja os videos:


Veja as fotos do jogo contra o Nova Iguaçu

Veja as últimas noticias:

Quarta-feira tem jogo contra o Friburguense, que tirou 2 pontos do Flor nesse turno do campeonato carioca de 2013. Todo cuidado é pouco para não perder ponto para time pequeno.

Vamos colocar mais três pontos na tabela!

Lulucast #111 - Poça na defesa, broca no ataque: 3 pontos na conta!




Depois de um jogo contra o Vaskin, que ainda estamos rindo, o jogo contra o Nova Iguaçu, debaixo de chuva, foi dificil e sem graça. Com uma vitória simples, o Flamengo manteve a invencibilidade do ano.

Com @NivinhaFla, @Cissa_Morena e @DaniSouto, o #Lulucast com o número munitinho, tudo igual, falou da vitória do Flamengo contra o Nova Iguaçu e de alguns jogadores criados na Gávea.

Assiste aí:




#Lulucast disponível nos blogs:


O que ocorre com o Thomas?

O que ocorre com o Thomas?

http://www.vipcomm.com.br/site/upload/flathomas_rt_030213001.jpg

Antes que tenha pessoas que reclame, esse post não é contra o Thomas. Não é um texto para denegrir imagem dele, nem pra cornetá-lo e muito menos pra dizer que ele não pode vestir o Manto sagrado. Algum mérito ao longo da vida ele teve para estar onde está. Ele passou por diversos profissionais que são pagos para ensinar meninos a jogar bola.

Não sou fã do Thomas, não acho ele o melhor jogador do mundo, mas também não é o pior. Assim como muitos, acredito que ele pode jogar melhor do que vem jogando. E se você me perguntar o que ocorre com esse menino, eu não sei. Mas é impressionante como ele vem jogando no lixo cada oportunidade que lhe é dada para demonstrar o seu futebol.

Não lembro, no passado recente do Flamengo, um garoto da base que tenha tido tantas chances de mostrar o seu futebol como o Thomas. E, tirando dois ou três jogos com o Luxemburgo, ele não mostrou a que veio. Sempre disperso, lento, sem vontade e achando que joga mais futebol do que realmente joga, ele vem deixando de ser uma promessa da base para ser mais uma baranga do time do Flamengo.

Sinceramente, não sei se esse termo baranga é forte demais, mas hoje é como eu o vejo. É aquele jogador que vai pegar a bola, vai ciscar e não acontecerá nada que vá me fazer vibrar.

Acredito, mesmo, que o Thomas possa jogar mais do que vem jogando. Acho que a velocidade pode melhorar ele pode deixar de ser menos individualista! Ele pode entender que futebol é um esporte coletivo e não se resolve nada sozinho.

Torço para que o Dorival ou a energia do novo Flamengo faça com que esse menino tome rumo. E que possa dar muitas alegrias para os rubro negros.

Afinal de contas, é para isso que nós todos torcemos!

Aprende aí, v4scuínos!


Olha.... Vou te cont4r!

Se o V4skin não fosse uma fonte inesgotável de piadas, teria fortes indícios para acreditar que um dia ainda morrerei de tanto rir das peripécias cruzmaltina contra o time de camisa lindona, preta e vermelha. Só mesmo a urucubaca da turma de reputação feiona para nos fazer passar um ano inteiro sem ganhar desses pregos. Graças a Deus, a energia da urubuzada afastou não só a urucubada como os colocou para longe. O resultado disso foi um chocolate seco, sem direito a água, visto que não estamos aqui para fazer caridade para o time que não tem água.

Alias, estou esperando o Dedé, além de achar o Rafinha, claro, adotar o sobrenome do companheiro de equipe. Numa época em que palavras são distorcidas e pessoas são supervalorizadas, vamos acabar com essa palhaçada de chamar Dedé de Mito e adotar um novo sobrenome, muito mais atual e verdadeiro: Dedé Who, desculpe, Ken!

Flamengão destroçou, como deveria sempre ser. Colocar esse pessoal da camisa de cinto de segurança no seu devido lugar é mais do que obrigação, é um favor que fazemos ao futebol brasileiro. A mulambada ontem colocou de quatro aqueles que são nossos maiores fregueses. Esse é a única exceção que conheço que o freguês é sempre esculachado. Vida longa a essa exceção!

Não adianta falar que tem estádio, até porque aquilo lá está mais para campo de Beach Soccer. Não adianta falar que somos time de gente podre.. Mais podre é um lugar que nem água tem. Não adianta justificar, que, que... Ih, rapá! Acabaram os argumentos!

Os argumentos deles acabam, mas a fonte de piada não acabará jamais.

Sabe por quê? Porque o Flamengo pode até nos decepcionar, mas o V4skin não nos decepcionará NUNCA!

Veja as notas do jogo de ontem:

Flamengo Vídeos 4: Vasco x Flamengo - Carioca 2013

Flamengo Vídeos 4: Vasco x Flamengo - Carioca 2013

Lulucast #110 - Procur4-se R4finha desesper4d4mente. 4ss: O mito.




E o menino Rafinha colocou o pseudo-mito Dedé no bolso. Com uma atuação digna do Flamengo, goleamos e, até agora, não se tem noticia que Dedé achou o Rafinha!

Com @NivinhaFla, @Cissa_Morena e @DaniSouto, esse Lulucast falou da vitória do Flamengo no primeiro clássico do ano, do Fla Basquete, da não ida do Mattheus para a Itália e dos problemas envolvendo a ex-diretoria.

Assiste aí:




#Lulucast disponível nos blogs: