A animalice do Paulo Sérgio






Quando o Paulo Sérgio surgiu no banco de reservas do Flamengo depois de um longo período de ausência, muita gente cirticou o Dorival. E, com certeza, perguntou: pra que Paulo Sérgio?

A intenção do Dorival parecia clara: mais do que testar o garoto que nunca disse a que veio, acho que ele queria colocar o jogador em evidência para uma possível negociação.  Com o contrato acabando no meio do próximo ano, seria uma forma do Flamengo conseguir uma grana com um jogador que já foi considerado uma jóia do clube.

Paulo Sérgio entrou no jogo passado e entrou no jogo contra o Palmeiras, no último domigo. Estava bem na partida, deu uma cabeçada com perigo e estava mais efeitvo do que o outro atacante em campo do Flamengo. Até, numa disputa de bola, boba, quase despretenciosa, que ele já tinha recebido a falta dar uma cotovelada no adversário. Foi tão clássico, tão inútil, tão imbecil, que foi expulso pleo juiz e não teve reclamação de quase nenhum jogador do Flamengo.

Não sei o que se passa na cabeça de um jogador como esse. Na chance que tem no ano, joga no lixo, com uma cotovela, num lance bobo. Expulso, deixou o time com um a menos e prejudicou a reação do Flamengo em cima do Palmeiras.

Será que Paulo Sérgio é mais um jogador criado no Flamengo, que teve mil e uma facilidades e nunca aprenderá a jogar com responsabilidade e coletividade?

Fica a pergunta!

Comente:



Nenhum comentário

Comente, sempre, com educação. Se você é do Twitter, do Facebook ou de outra rede social, deixe o seu contato para que eu possa agradecer.
Ah, não esqueça nunca: UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO!

Tecnologia do Blogger.