Vamos colorir o Brasil de vermelho e preto? PARABENS MENGÃO!

Vamos colorir o Brasil de vermelho e preto? PARABENS MENGÃO!
 
Domingo sem jogo do Flamengo é ruim, né? No fim de semana que cai o dia do Flamenguista, quis o destino que tivesse jogo do Flamengo. Esse Flamengo que, pra muita gente, não representa o Flamengo de outrora. Enfim...



Parabéns Mulambada linda!  Vamos pra rua com o Manto sagrado e colorir as ruas do Brasil de vermelho e preto?

Eu sei que muitos estão com a relação com o Flamengo abalada, como se o vermelho e preto, sempre tão vibrante, desbotasse. Está se sentindo assim?

Sabe o que gente faz com coisa que desbota? Troca. Ou então pigmenta, colore de novo. RE-NO-VA! Renova esse ânimo com o Flamengo. ELE, somente ele, merece. Pensa aí nas alegrias, nas risadas que ele te proporcionou (inclua aí gozação contra a arcoirisada, claro), nos gols inesquecíveis, nos títulos, nas loucuras que você fez para conquistar esses títulos, nos ídolos que ele te deu pra sua vida, nas pessoas que ele colocou na sua vida, em como você fica bem vestido (a) com o Manto. Ele merece ou não?

Vista o Manto, tire uma foto e espalhe pelas Redes Sociais.

Você tem dúvidas que o Brasil será colorido de vermelho e preto?

Elenco Atual: Magal, lateral esquerdo

Elenco Atual: Magal, lateral esquerdo





Nome Completo: Magno Aparecido de Andrade, MAGAL
Nascimento: 28 de Junho de 1987
Cidade: Lavras (MG)
Posição: Lateral-esquerdo

Magal no Flamengo:

Tem muito torcedor que acha que ele não deveria sequer vestir o Manto. E que a melhor coisa que ele fez foi a possibilidade de fazer piadinha com "Sandra Rosa Madalena". Lateral esquerdo que não tem um bom cruzamento mas tem disposição de sobra, Magal foi o primeiro reforço do Flamengo para o ano de 2012.

Ele se destacou na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro 2011 pelo Americana, de São Paulo. Ele começou no Guarani-MG e seguiu por Uberlândia, Villa Nova e Democrata de Governador Valadares, todos de Minas Gerais.

Em 2010 chegou ao ASA, de Alagoas, e, no ano seguinte, foi para o paulista Americana, onde fez 51 partidas e um gol. Chamou a atenção da comissão técnica rubro-negra o fato de ser um atleta disciplinado e ter levado somente um cartão amarelo na disputa da Segunda Divisão. Ele fez 36 jogos no campeonato.

No Flamengo, foi reserva de Junior César e depois do Ramon, quando este chegou. Entrou, até agora em jogos que os titulares não puderam jogar e, efetivamente, nunca brigou pela posição de titular.



Lulucast #108 - Em dia de chupetinha, Flamengo ganha!





Em jogo que Felipe pegou penalti de Luis Fabiano e zagueiro do Mengão fez o primeiro gol com o manto, a tarde só poderia ser de vitória.

Sem @CrisMarassi, mas com @NivinhaFla, @Cissa_Morena, e @DaniSouto, mais um Lulucast ao vivo e em video falou da vitória sobre o São Paulo, sobre nosso próximo jogo contra o Atlético Mineiro e atuação de alguns jogadores, como Vagner Love, Wellington Silva e Renato Santos.

Assiste aí:




#Lulucast disponível nos blogs:


Erros de arbitragem é só culpa do juiz?

Erros de arbitragem é só culpa do juiz?

Não sou uma adepta ao chororô em cima de arbitragem. Não acredito que haja uma grande máfia do apito e se não tivesse vivenciado 2005, juraria que esse tipo de coisa era impossível de acontecer.  Embora haja evidências que o Fluminense vá ser campeão brasileiro graças a ajuda dos juizes (e da sorte!), não é esse tipo de coisa que me faz perder noites de sono, muito menos ficar remoendo e achar que o time A, B ou C é perseguido.

E a culpa de tantos erros da arbitragem não é só da juizada. Pode incluir nessa conta a FIFA que não atualiza formas de controle de irregularidades dentro de campo, jogadores que reclamam demais, jogadores que simulam faltas, técnicos que esperneiam com juiz, querendo apitar o jogo o tempo todo e, é claro, a comissão de arbitragem.  E só não coloco a torcida nessa conta porque seria muita cara de pau minha, mas, se bobear, também influi.

Jogador reclamar do juiz, de qualquer lance, é cultural. Cada vez mais acintosa,  mais comum, mais repetitiva. Até os pirralhos que sobem no profissional, recebem uma falta besta, na linha de fundo, já se levantam pedindo cartão. Assim, deve garantir o comentário "esse moleque é malandro, já entrando na manha dos profissionais pedindo cartão. Tá integrado."  Gerações e mais gerações instituem esse ranço maldito que reclamar faz parte do futebol. Ou você vai dizer que o juiz não é influenciado pelas reclamações excessivas do time do Barcelona?

Desde que Nilton Santos deu aquele passe pra frente da área e enganou o juiz que não marcou um penalti e sim falta, a malandragem parece fazer parte do uniforme do futebol. Como o aprendizado é por imitação, instiituiu-se (???) que lubridiar o juiz pra benefício próprio era válido para se obter vantagem e esse caso é um exemplo disso.  Jogadores forjam faltas, simulam penaltis, não respeitam distância de barreira na falta, não batem falta no lugar que aconteceu, nem lateral. Fingem o que não aconteceu, mascaram o que aconteceu e, nessa dinâmica, o único que erra é o juiz, que dá falta quando não acontece, mas é simulada. Ou você vê juiz marcar alguma coisa quando não acontece falta nem ocorre simulação?

Os técnicos de futebol merece um post a parte, um blog a parte, um livro só deles. Reclamam do juiz, do bandeirinha, dos seus jogadores, da torcida, do mundo! Alguns deles, tenho a impressão que, de tanto que gritam, só trabalham no jogo. Porque se gritassem em treino o quanto gritam no jogo, não teriam mais voz. Alguém conhece algum técnico que não reclama do juiz? Tem uns que, de tão reclamões que são, saem do seu lugar, que lhe é de direito, atravessam um campo e vão esbravejar contra a atuação do árbitro. Já pensou se o inverso acontecer e o juiz não deixar um jogador entrar porque sabe que a substituição que o técnico está fazendo não vai dar certo?

Como se não bastasse todos esses fatores, muitos desses árbitros não são profissionais. A arbitragem é um trabalho paralelo na sua vida. Logo, a importância também deve ser paralela (não estou dizendo que é!). Complicado você colocar para apitar um jogo que tem elencos que custam 6, 7 milhões por mês, um cara que não ganha 1% disso.  Mas alguém já descobriu porque existe aqueles juízes atrás da linha de fundo?

Não tenho intenção alguma de proteger arbitragem, nem ser uma defensora deles. Mas acho que é tudo mais complexo do que colocar a culpa em uma só pessoa. Jogador que simula penalti, simula falta, reclama demais de arbitragem quando sabe que a arbitragem está certa em não marcar nada (porque simulou, porque mentiu!), tem moral para reclamar do juiz quando ele erra?

Mas, se o juiz errar contra o Mengão, eu xingo e fim de papo, fechou? :P

Mais um calote da gestão Patricia Amorim


Eu não sei quantos são e, sinceramente, nem procuro saber muito. Confesso que o momento que estou passando e a distância que estou do Flamengo me faz deixar certos assuntos em segundo, terceiro plano. Mas, ao ver um comentário no twitter do Bruno Cazonatti, fui procurar informações sobre mais um calote aplicado pelo Flamengo no mercado. Dessa vez, achei num blog sobre o Avai. Sim, refere-se a contratação do Renato Santos e do Cleber Santana.

Deve estar sendo difícil pra atual administração do Flamengo manter os salários pagos (e não é a toa que estão atrasados). Além de uma das folhas de pagamento mais caras do Brasil, não é segredo que o Flamengo não tem patrocinio master e, claro, falta dinheiro. Para um clube que não é rico e que paga contas de outras gestões, o adiantamento de receitas e empréstimos com juros imorais vai afastando, cada vez mais, o Flamengo dos sonhos do rubro negro de boa fé.

O calote em cima do Avaí, da segunda parcela do negócio feito pelos dois jogadores supracitados, é lamentável. Não cumprir acordos parece mesmo ser o forte dessa gestão e esse tipo de ranço é um ranço que a história do Flamengo, dentro de campo, não merece.

Pra dar calote Avaí, que depende do pagamento do Flamengo pra pagar salários dos jogadores, é melhor não contratar jogador ou mandar embora jogador que custa os olhos da cara e não joga nada.  É melhor o vice de finanças não ir pra Rússia contratar jogador que serve como garoto propaganda de campanha municipal para a mandatária do Flamengo.

Um novo tempo, sem Flamengo figurando como claoterio em blog de torcedores adversários, é o que desejo pro Flamengo.  E acho que o Flamengo, que sempre nos deu tantas alegrias, merece!



Qual é o time titular do Flamengo?



A constante troca de jogadores, em diversas posições, não ajuda o bom desempenho do time do Flamengo. Mas as constantes trocas não ocorrem porque o time do Flamengo não vai bem?

Afinal de contas, o que vem primeiro: o mau desempenho por causa das constantes trocas ou as constantes trocas por um causa de um mau desempenho?

Independente do que você acha ou do que eu acho, o mau desempenho do Flamengo como conjunto, como time, começa porque o técnico não tem um time titular.  Qual é o time titular do Flamengo? 

Aliado a isso, há jogadores em péssima fase, talvez a pior fase de toda a carreira deles. A ansiedade do Ibson, a má pontaria do Love, as lesões do Renato quando ele começava a jogar bem, o Gonzalez que ainda não se encontrou, a forma física do Léo Moura que estava mais lento que o normal, Airton machucado, as contratações que não surtiram efeito e jogadores que não tem condições de representar bem o Flamengo em campo levam o técnico, a pessoa que tem como obrigação formar um time, a não ter certeza do que colocar em campo. Se você fosse técnico do Mengão, você teria essa certeza? Você teria esse time titular?

A campanha ruim do Flamengo deve-se ao péssimo planejamento do ano de 2012. O elenco foi formado por um técnico, reforçado por outro e é dirigido pelo Dorival. Os reforços que foram indicados pelo Dorival, até que estão dando conta do recado.

Ainda restam alguns jogos para o final do campeonato e que vamos conseguir o resultado, de não ser rebaixado. Mas serve como exemplo que, sem time titular (por mais que se troque uma ou duas peças) é bem complicado ter um bom desempenho.

Mas a pergunta que eu repito é: qual é o time titular do Flamengo?

Que o amor vença a vaidade nas eleições do Flamengo

Que o amor vença a vaidade nas eleições do Flamengo


A eleição do Flamengo ainda não está pegando fogo. Embora haja candidato querendo impugnar outro, ataques a presidente e cada um querendo aparecer mais do que o outro, como em qualquer eleição, acredito que as coisas piorarão (e muito). Inclusive irão atingir o time do Flamengo, que não passa por uma boa situação no campeonato.

Oito chapas que fizeram inscrição no processo eleitoral do Flamengo mas só 7 concorrem porque a do Peruano foi impugnada. Cada chapa tem a sua cor, fazendo um arco iris quase que inacreditável e remetendo a outro time carioca, estão descritas abaixo:

1 - Chapa Amarelo Ouro - Tua Glória é Lutar!

Presidente: Patricia Amorim.  Vice-Presidente: Paulo Cezar da Costa Mattos Ribeiro

2 - Chapa Branca - Planeta Fla

Presidente: Ronaldo Gomlevsky. Vice-Presidente: Joaquim Vaz de Carvalho

3 - Chapa Azul - Flamengo, Campeão do Mundo

Presidente: Wallim Vasconcellos. Vice-Presidente: Luiz Rodolfo Landim Machado

4 - Chapa Rosa - Fla Único

Presidente: Jorge Rodrigues. Vice-Presidente: Sérgio Roberto Veiga Brito

5 - Chapa Roxa - Força da Nação

Presidente: Marcos Braz. Vice-Presidente: Frederico Flexa

6 - Chapa Verde - Flamengo Nova Geração

Presidente: Lysias Itapicurú. Vice-Presidente: Darcy Lima da Rosa Junior

7 - Chapa Laranja - Orgulho de ser Rubro-Negro

Presidente: Maurício Rodrigues de Souza Neto. Vice-Presidente: Francisco Gulart


Li propostas de algumas chapas mas, embora seja sócia do Flamengo, não tenho direito a voto. E tenho que confessar:  a distância geográfica me afasta desse processo.

Porém, a quantidade de cores nessa eleição do Flamengo me assusta. Assusta porque prevalece o esquema "todos contra ela" e ainda assim todas essas cores não conseguem se unir numa única cor.  A vaidade parece ser a tônica dessa eleição e não só o Flamengo, como deveria ser.  A vaidade que impede que a união de chapas que poderiam caminhar juntas por um bem único. A vaidade que faz esse arco iris e fará a chapa que desistir ter o famoso poder da barganha quando esse processo eleitoral avançar.

Acredito que, com a evolução do processo eleitoral, chapas se unirão. Enquanto isso não acontece, a presidenta agradece e ganha folêgo para se recuperar da derrota nas urnas na eleição municipal.

Restará saber o que falará mais alto ao fim desse processo: a vaidade pessoal ou o amor pelo Flamengo.

Por enquanto, a vaidade está ganhando!

Não sei se escreverei de novo sobre as eleições do Flamengo. Confesso que, como estou afastada do processo, não me sinto a vontade para escrever sobre isso. Mas, quem quiser escrever sobre isso, com opiniões, o espaço está aberto, para todas as oito chapas.

Lulucast #107 - Prenúncio de tragédia





Tudo começou na escalação errada do Dorival. Prenúncio de tragédia. Um atacante, Wellinton na zaga, Ibson no meio. Mas somos Flamengo e acreditamos e apoiamos sempre. Não deu, o que era esperado aconteceu: derrota.

Sem @CrisMarassi, mas com @NivinhaFla, @Cissa_Morena, e @DaniSouto, mais um Lulucast ao vivo e em video falou da derrota em cima do Corinthians, a escalação do Dorival e a eleição perdida da Patricia.

Assiste aí:




#Lulucast disponível nos blogs:


Elenco Atual: Amaral






Nome Completo: Maurício Azevedo Alves
Apelido: Amaral
Data de Nascimento: 1 de Maio de 1988 (24 anos)
Posição: Volante
Altura: 1,74 m
Peso: 80 Kg

Ele é conhecido por Amaral, mas não tem o Amaral no nome. Maurício Azevedo Alves, que ficou conhecido como Amaral, (Rio das Ostras, 1 de Maio de 1988 -) é um volante contratado pelo Flamengo em 2012. Amaral fez um bom Campeonato Carioca 2012 pelo Nova Iguaçu, onde despertou a atenção de dirigentes do clube. Logo foi uma das primeiras contratações para o Campeonato Brasileiro.

Amaral estava no Nova Iguaçu e trabalhou com Zinho, que era diretor-técnico no clube da Baixada Fluminense. Na primeira bateria de exames, chegou a ser reprovado. Segundo ele, por conta da emoção.

Volante, volante, típico camisa 5, não teve muitas oportunidades e com a chegada de Cáceres, é reserva.

Seu 1º Jogo: 19 de Maio de 2012 (Flamengo 1x1 Sport)

Histórico

2006 Vasco
2007-2010 Quissamã
2011-2012 Nova Iguaçu
2012 Flamengo








Ele só pode estar de brincadeira

Ele só pode estar de brincadeira



Prefiro acreditar que a entrevista do Dorival, após o jogo contra o Bahia, se mostrando satisfeito com o que o Flamengo mostrou em campo tenha sido para não "deixar a peteca cair". Prefiro acreditar que ele percebeu o erro estupendo na escalação do time e nunca mais escale Ibson, Renato Abreu e Léo Moura num mesmo meio de campo. Prefiro acreditar que o jogo contra o Bahia tenha sido mais mérito do time que tem a melhor campanha do segundo turno do Brasileirão, do que demérito nosso. Prefiro acreditar que o Dorival não tenha se rendido a panela eterna do Mengão, panela essa que faz mais mal do que bem. Ah, como eu prefiro acreditar.

Se Sergio Reis, o cara que diz que "panela velha é que faz comida boa", tivesse visto, há anos, esse time do Flamengo com esses jogadores, não cantaria e muito menos acreditaria nessa esparrela. A panela do Flamengo, com jogadores que estão mais perto da aposentadoria que qualquer outra coisa, não fez comida boa, nem sequer fez alguma coisa que parecesse com comida. O jogo, assim como a atuação do Flamengo contra o Bahia, foi uma porcaria.

Esperei mais de 24 horas para escrever um texto sobre um jogo que me deixou triste. Ledo engano achar que a minha tristeza passaria. Não passou. Acho que nem quando o Flamengo perdia na época do JoHELL aqueles jogos horrorosos, tipo Corinthians e etc, eu fiquei tão triste. Com o JoHELL, eu ficava triste, puta. Nesse jogo contra o Bahia, ao perceber que o Dorival se rendeu a panela velha do Flamengo e parecia mais um Cosplay do JoHELL do que um técnico de futebol, que eu tinha esperança de fazer um trabalho bacana,  a minha tristeza veio à tona. E sem me gabar por ser "gato mestre", o jogo poderia ter mais um tempo, de quarenta e cinco minutos que o Flamengo não faria gol. São Judas é santo, é parceiro, mas temos muita divida desde a época do JoHELL.

Mas prefiro acreditar que foi um lapso e que o Dorival não é uma marionete na mãos dos paneleiros. Prefiro acreditar que eu tenha entendido errado que ele gostou do Flamengo contra o Bahia. Até porque eu acredito o trabalho do Dorival. Acredito que ele é um técnico que possa montar um elenco competitivo para o Flamengo fazer um 2013 melhor que um 2012.

Prefiro, MESMO, acreditar, que o Flamengo TEM JEITO! E EU não estou pra brincadeira!

Elenco Atual: Wellington Silva

Elenco Atual: Wellington Silva





Ele chegou no Flamengo para fazer um reserva do Léo Moura, lateral direito titular do Flamengo há anos.

Carioca, nascido em 06 de março de 1988, Wellington Silva começou a carreira no Sendas (RJ). Se transferiu para o Grêmio (RS), mas retornou ao futebol carioca, onde atuou por Olaria, Madureira e Resende, seu último clube antes do Flamengo. Se destacou no Cariocão 2012 e, depois da competição, passou a vestir o manto sagrado.

Carreira:

2012 - Flamengo



2012Resende



2011Madureira EC



2011Resende



2010Olaria



2009Grêmio




Vídeos: Flamengo x Fluminense - Brasileirão 2012



Flamengo perdeu para o Fluminense e deixou o adversário cada vez mais perto do título.

Veja os vídeos:

Melhores momentos do jogo:



Gol do jogo:



Gol perdido por Cleber Santana:



Penalti perdido por Bottinelli:



Dorival falando do Penalti perdido: